Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Mulher de 20 anos com história de amenorreia de 7 semanas, bHCG 400 m UI na 5ª semana, deu entrada na maternidade do HUGG com quadro de perda sanguinea vaginal de pequena monta associada a dor em baixo ventre. Foi solicitado ultrassom transvaginal que mostrou endométrio espesso com cerca de 12 mm associado a presença de material amorfo em anexo direito com cerca de 20 mm apresentando intenso fluxo sanguineo ao Doppler. Na internação o bHCG sanguineo foi 300 m UI. Seu diagnóstico provável e conduta mais apropriada:

A
Abortamento retido/ AMIU.
B
Prenhez ectópica/ Laparotomia.
C
Prenhez ectópica/ Metrotexate.
D
Abortamento retido/ curetagem uterina.
E
Doença trofoblástica/ AMIU.
Paciente masculino, 67 anos, sem doença prévia, procura o seu consultório para <i>check-up</i>. Nega uso de medicações. Relata história prévia de tabagismo, nega etilismo. Exame físico normal. Em relação ao rastreamento e profilaxias neste paciente, é CORRETO afirmar que:
O glaucoma é uma das principais causas de cegueira irreversível no Brasil. A droga hipotensora ocular que atua tanto por diminuir a secreção de humor aquoso quanto por aumentar o fluxo uveoscleral é:
Em relação às doenças infecciosas, julguem os itens a seguir e marque a resposta correta. 1- A biópsia hepática deve ser indicada para todos os pacientes com RNA do vírus da hepatite C detectado. A genotipagem deve ser feita no início do tratamento para definir a duração do mesmo. Isto porque, segundo os protocolos de terapêutica, os pacientes infectados pelos genótipos 1 e 2 devem ser tratados por 24 semanas, enquanto aqueles com infecção pelo genótipo 3 devem ser tratados por 48 semanas. 2- Segundo o II consenso brasileiro de tuberculose, um paciente de 46 anos que apresentou escarro negativo para BAAR, com tosse produtiva, perda de peso > 15% do habitual e cavitação pulmonar em lobo superior na radiografia tem indicação de teste terapêutico com esquema RIP. 3- O teste com maior sensibilidade para diagnóstico para parasitológico da Leishmaniose visceral é o mielograma. Em pacientes sem contraindicações clínicas, a primeira opção terapêutica é o antimonial pentavalente. 4- Paciente com dispneia, sialorreia, rouquidão, lesão ulcerada na mucosa nasal, adenomegalia cervical há 6 semanas, em uso de esquema RIP sem melhora clínica há 4 semanas, deve ser investigado para paracoccidiomicose.
Assinale a alternativa que preenche corretamente os espaços em branco do texto. “Você planeja realizar um estudo de casos e controles para verificar a influência do aleitamento natural na incidência de apendicite aguda em jovens de 15-24 anos de idade. O seu protocolo contém informações sobre idade, sexo, cor/raça, ocupação, estado conjugal, escolaridade, história pessoal de amidalectomia e história familiar de apendicectomia. Além de questões sobre a exposição de interesse principal, o seu questionário contém perguntas sobre exposição pregressa a tabaco e bebidas alcoólicas, bem como perguntas sobre estresse, consumo pregresso de vegetais, cafeína, anti-inflamatórios não hormonais, vermífugos, laxativos e drogas consideradas ilícitas. Nessas circunstâncias, os controles deverão ser pessoas ______________ e sem _________________ ”.
Compartilhar