Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Mulher de 22 anos, primigesta, grávida de 31 semanas pela DUM, sem acompanhamento pré-natal, chega ao hospital com queixa de cefaleia, dor abdominal e turvação visual. Nega antecedente de hipertensão arterial. Apresenta PA = 160x110 mmHg, altura uterina de 28cm, BCF = 155bpm, sem contrações uterinas, edema ++/++++ de membros inferiores. Qual deve ser a conduta?

A
Medicar com sulfato de magnésio e hidralazina.
B
Administrar alfa-metildopa em dose crescente até normalização dos níveis pressóricos.
C
Antecipação do parto e em seguida administrar anti-hipertensivos potentes.
D
Repouso em decúbito lateral esquerdo, medicar com hidralazina e monitorização fetal.
E
Administrar alfa-metildopa, manter repouso no leito e restrição de sal.
O tamponamento cardíaco pode ser suposto clinicamente em um paciente que apresente o(a):
A coreia de Sydenham é uma manifestação tardia de:
Homem de 40 anos é internado com quadro de astenia, febre baixa, dor precordial constritiva, redução do volume urinário e parestesias em MMll, há 14 dias. Nega patologias prévias. O exame físico mostra PA = 180 x 120 mmHg, FC = 96 bpm, ritmo cardíaco regular com 4° bulha, nódulos eritematosos e dolorosos de 1 cm de diâmetro nos membros inferiores, redução da sensibilidade superficial nos pés e na perna esquerda. Exames complementares: Ht = 38%, leucócitos = 15.000/mm³ (específica normal), VHS = 52 mm/h, glicose = 110, ureia = 63, creatinina = 2,2, CPK = 58, CK-MB = 10 Ul, FAN - negativo, látex = lis, CH 100 = 40%, C3 reduzido, urina = 10 - 15 hemácias/campo, 2-4 piócitos/campo, +++ de proteína, o ECG mostra isquemia em parede lateral, radiografia de tórax normal. Diante desse quadro, o diagnóstico provável é:
A lesão que apresenta grande potencial de transformação em melanoma é o nevos do tipo:
Compartilhar