Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Mulher de 25 anos, em consulta num posto de saúde, apresenta há 1 ano episódios frequentes de cefaleia hemicraniana esquerda de forte intensidade, com duração de até 24 horas. As crises ocorrem 4 a 5 vezes por mês, são acompanhadas de náusea, pioram em ambientes barulhentos e não respondem ao uso de paracetamol. O médico que a examinou prescreveu dois medicamentos: o primeiro, de uso diário, para prevenir as crises de cefaleia e o segundo, para ser usado somente quando houver dor. Dentre os abaixo, os medicamentos adequados são, respectivamente:

A
rizatriptano e verapamil
B
amitriptilina e fluoxetina
C
propranolol e sumatriptano
D
sertralina e atenolol
E
prednisona e ergotamina
Os sinais do “limão” e da “banana” são achados sonográficos observados na:
Os eventos habituais no desenvolvimento puberal normal, em ordem de surgimento, são:
Em relação à Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), considere as afirmações abaixo: I - Entre as pessoas idosas, a HAS é uma doença altamente prevalente, acometendo cerca de 50 a 70% das pessoas nessa faixa de idade. II - A hipertensão arterial sistêmica deve ser considerada uma consequência normal do envelhecimento III - Dois aspectos importantes devem ser considerados no momento da medida da pressão arterial nos idosos: maior frequência de hiato acústico e a pseudo-hipertensão. Quais estão corretas?
Qual, das seguintes combinações de drogas antieméticas, é a melhor recomendada para um paciente com quimioterapia com drogas de alto potencial emetogênico como a cisplatina?
Compartilhar