Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Mulher de 25 anos refere tosse seca, dispneia progressiva e sudorese noturna há 2 meses. Ao exame clínico, palpa-se um gânglio cervical anterior esquerdo de +/- 3 cm. RX de tórax mostra alargamento mediastinal superior e tomografia de tórax revela se tratar de linfonodomegalias. A biópsia do gânglio cervical descreve a presença de células de Reed-Sternberg. O estadiamento clínico exclui outros sítios de acometimento da doença. O diagnóstico, o provável subtipo histológico e o estadiamento pela classificação de Ann Arbor são:

A
Linfoma de Hodgkin, esclerose nodular, estádio IIb.
B
Linfoma de Hodgkin, celularidade mista, estádio Ia.
C
Linfoma não Hodgkin, difuso de grandes células, estádio Ib.
D
Linfoma não Hodgkin, linfoblástico, estádio IIa.
Com relação à dor abdominal, marque a alternativa INCORRETA:
A síndrome de Lynch (HNPCC) é caracterizada pela mutação nos genes:
Frente a uma mulher, sexualmente ativa com dor pélvica, dispareunia ou diante de sinais de dor à palpação das fossas ilíacas ou muco cervical turvo ou purulento ou friabilidade cervical, deve-se ter em mente providenciar o tratamento no momento da consulta dos seguintes patógenos:
Com relação à ultrassonogra?a no exame preventivo do câncer da mama, assinale a alternativa correta.
Compartilhar