Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Mulher de 29 anos apresenta-se em trabalho de parto após gestação de 39 semanas. Foi diagnosticada durante o 2º trimestre da gestação como tendo diabetes gestacional e tratada com dieta. O exame ultrassonográfico mostrou um feto com peso de 4000g não se identificou nenhuma anomalia congênita. Após um parto prolongado, caracterizado pela falta de descida da cabeça, foi diagnosticada desproporção cefalopélvica e feita a intervenção cirúrgica (cesariana). Nasceu um neonato pletórico, com peso de 4000g. Constatou-se que o neonato exibia esforços respiratórios irregulares e uma frequência cardíaca de 100 bpm logo após nascimento. O índice de Apgar no 1º minuto foi de 05; o pH do cordão umbilical foi de 7.10. Este neonato está em risco dos eventos abaixo, exceto:

A
Hemorragia intracraniana.
B
Hipoglicemia.
C
Hiperviscosidade.
D
Hiperbilirrubinemia.
E
Doença de membrana hialina.
Mulher de 45 anos, previamente saudável, procura atendimento por dor em cotovelo e febre. Refere inchaço, dor e vermelhidão no cotovelo direito há cerca de 24h, acompanhada de febre de até 40 °C com calafrios. Exame físico evidencia sinais flogísticos em cotovelo direito com demais articulações normais. Não há outros achados no exame físico. Exames laboratoriais evidenciam somente leucocitose de 16.000 células com desvio à esquerda (10% de bastões). Qual a melhor conduta a ser adotada?
A técnica de Lichtenstein é considerada:
Em relação ao rastreamento precoce do câncer de próstata, assinalar a alternativa CORRETA.
Em relação aos tumores sólidos na infância, é CORRETO afirmar:
Compartilhar