Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Paciente masculino, 36 anos, alcoolista, foi atendido no pronto-socorro local com quadro de oftalmoplegia, ataxia e confusão mental. Foi prontamente medicado com:

A
glicose hipertônica.
B
benzodiazepínico endovenoso.
C
tiamina.
D
cianocobalamina.
E
hidratação venosa com solução glicosada a 5%.
Levando-se em conta a eficácia e os efeitos adversos associados, são consideradas como medicações de primeira linha no tratamento do distúrbio do pânico:
Uma mulher de 70 anos é acompanhada há 6 semanas por dor contínua na cintura escapular e ombros, sem fatores de melhora ou piora. Recebeu analgésicos comuns e anti-inflamatórios não hormonais sem alívio dos sintomas. Os seus exames mostram Hb = 11,8 g/dl, leucócitos = 6400/mm³, sem desvio, plaquetas = 330 000/mm³, glicemia = 94 mg/dl, creatinina = 0,9 mg/dl, sódio, potássio e urina tipo I normais, VHS = 82 mm/1ª hora, FAN negativo e Fator Reumatoide positivo em título baixo. O médico deve:
Um homem de 57 anos é levado ao pronto-socorro por uma unidade de resgate, com queixa de dor abdominal difusa há oito horas. Está em regular estado geral, tem frequência cardíaca de 120 batimentos por minuto, pressão arterial de 90×50 mmHg, frequência respiratória de 24 incursões por minuto e saturação de oxigênio de 92%, com cateter de O2 com 2 L/minuto. O abdome está tenso e com rigidez involuntária. A radiografia simples de abdome mostra presença de gás extraluminal. Antes que esse paciente seja encaminhado à sala de operação, é fundamental fazer:
Um Neonatologista é chamado para recepcionar um recém-nascido a termo na sala de parto, e é informado que a gestante apresenta líquido amniótico meconial. Ao desprendimento do pólo cefálico, o obstetra aspira líquido meconial fluído da cavidade oral, da faringe e da narinas. Depois do desprendimento das espáduas, o recém-nascido não apresenta movimentos respiratórios. Após colocá-lo sob calor radiante, a primeira ação deve ser:
Compartilhar