Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hepatologia

Mulher de 30 anos de idade queixa-se de mal-estar, náuseas, febre, desconforto no hipocôndrio direito e icterícia. Realizou uma tatuagem no antebraço há 2 meses. Ao exame físico: icterícia de escleróticas, hepatomegalia dolorosa e espaço de Traube livre. Exames laboratoriais: bilirrubinas totais de 5,2 às custas de direta, ALT - 630 U/L, AST - 550 U/I e HBsAg positivo. Qual das afirmações é CORRETA em relação ao caso?

A
O diagnóstico é confirmado pelo anti-HBc IgM.
B
Não há risco de progressão para hepatite crônica.
C
Não há forma aguda grave neste caso.
D
A presença do HBeAg após o terceiro mês sugere evolução satisfatória.
E
As formas colestáticas evoluem com mau prognóstico.
Paciente de 24 anos de idade, sexo feminino, com diagnóstico de retocolite ulcerativa inespecífica. Apresenta quadro de dor abdominal difusa, febre, distensão abdominal. Ao exame físico encontra-se com confusão mental, temperatura de 39º C, abdome distendido e doloroso difusamente à palpação, com descompressão brusca positiva. A radiografia simples de abdome apresenta grande distensão de colo transverso, que tem diâmetro de 10 cm, não se observando sinais de pneumoperitônio. Com relação ao caso descrito, o diagnóstico e a conduta seriam:
Assinale a alternativa INCORRETA:
A sorologia para toxoplasmose, solicitada para gestante de 18 semanas em rotina pré-natal está positiva para IgM e IgG. Foi solicitado teste de avidez da IgG, que resultou maior que 60%. Qual a conduta adequada?
Homem de 25 anos vacinou-se contra rubéola em campanha nacional. Após 2 dias, sua esposa, que também tem 25 anos, confirmou gestação de cerca de 6 semanas. A conduta correta deve ser:
Compartilhar