Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 34 anos comparece ao ginecologista com queixa de prolongamento do fluxo menstrual, passando de 3 dias para cerca de 7 dias, acompanhado de dismenorreia progressiva. História pregressa: gesta 2 p 2, menarca aos 13 anos, sexarca aos 18 anos, parceiro sexual único. Nega dispaurenia. Dentre as alternativas abaixo, qual o diagnóstico menos provável?

Adolescente de 15 anos, sexo feminino, é levada ao ambulatório por seus pais, preocupados com sua magreza. Relatam que a filha apresenta medo intenso de ganhar peso, analisa todas as calorias dos alimentos que vai ingerir, está sempre procurando sites de alimentação na internet com objetivo de se manter abaixo de 40 kg. Exame físico: emagrecida; palidez cutâneo-mucosa; P: 39,5 kg (abaixo de pB); altura: 1,58 m (p50); IMC: 15,8; FC: 48 bpm; Tax.: 36°C; PA: 100 x 65 mmHg. Estadiamento de Tanner: M4P4. A hipótese diagnóstica mais provável é:
O diagnóstico da fistula do segundo arco branquial deve ser firmado por:
O principal agente de Bronquiolite Viral Aguda na infância é o VSR, que tem as seguintes características, EXCETO que:
Paciente, sexo masculino, 1 ano e 7 meses de idade, é admitido com aumento de volume abdominal há 4 dias, acompanhado de vômitos com eliminação de áscaris, tosse seca intermitente e olhos amarelos há um dia. Nos antecedentes, prematuro (34 semanas), diagnosticada falcemia (SS) pelo teste de triagem neonatal. Ao exame físico, descorado, desidratado, ictérico, afebril, com abdome distendido, hipertimpânico, com ruidos diminuídos, doloroso à palpação, evoluindo com piora da dor abdominal, parada de eliminação de gases e fezes, febre, taquicardia e taquipneia. Leucograma com 16 mil leucócitos, sendo 81% de neutrófilos com 4% de bastões. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar