Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Mulher de 36 anos vai ao ginecologista para rotina preventiva. Não apresenta queixa e sempre teve boa saúde, nunca teve qualquer problema sério de saúde. Refere ser tabagista de cerca de 20 cigarros por dia há cerca de 15 anos. Faz uso de pílula anticoncepcional do tipo combinada de baixa dose como método contraceptivo há muitos anos, a qual está muito bem adaptada. Com relação à pílula, o ginecologista deve:

Você é chamado à UTI para avaliar uma paciente feminina, de 58 anos, internada por quadro de cetoacidose diabética após perda de 80% da massa pancreática por quadro prévio de pancreatite necro-hemorrágica. No momento, a paciente apresenta-se lúcida e orientada, hipocorada 1+/4, eupneica e afebril. FC 102 bpm, FR 22 mrpm, PA 130/80 mmHg, SO2 99% em ar ambiente. A paciente refere dor de início súbito em braço esquerdo, em local de compressão pelo bracelete do esfigmomanômetro, com início há cerca de 4 horas. Também refere parestesia e diminuição de temperatura em mão esquerda, na qual se observa palidez importante. Os pulsos braquial, radial e ulnar esquerdos estão ausentes. O exame do membro superior direito e membros inferiores não apresenta alterações. Em relação ao caso acima, assinale a alternativa correta.
A respeito de afecções que podem acometer a região anorretal, julgue o item seguinte. Um paciente com hemorroidas internas de segundo grau apresenta, caracteristicamente, hematoquezia e prolapso dos mamilos hemorroidários durante a evacuação, os quais necessitam de manobras digitais para a sua redução.
Homem, 79 anos, refere alteração no hábito intestinal há 1 ano, passando a evacuar várias vezes ao dia, em pequena quantidade, com muco e estrias de sangue nas fezes. Relata dor retal e perda ponderal de 10 kg no período. A abordagem inicial, o provável diagnóstico e o tratamento mais adequado são:
Baseie-se no texto a seguir para responder à questão: Um motociclista de 20 anos colide com um carro, sendo arremessado a cerca de sete metros. É feita a intubação orotraqueal no local. Na chegada ao pronto-socorro, a cânula de intubação está bem posicionada e fixada. Nota-se crepitação à palpação dos arcos costais do terço médio do hemitórax esquerdo, havendo diminuição do murmúrio vesicular em terço médio e inferior de ambos hemitórax. PA: 170 × 110 mmHg; P = 140 bpm (em membros superiores); Glasgow: 5; FAST (Focused Assessment with Sonography in Trauma): negativo. Pelve: estável. Membros inferiores sem pulsos arteriais palpáveis. Sem fraturas de extremidades. Principal suspeita diagnóstica, que explica a situação hemodinâmica:
Compartilhar