Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Mulher de 38 anos queixa-se de desânimo e fraqueza. Exames séricos hormonais: tiroxina livre (T4 livre): 0,4 ng/dl (valores normais: 0,8 a 1,9 ng/dl) e hormônio tireoestimulante (TSH): 0,5 mUI/ml (valores normais: 0,4 a 4,0 mUI/ml). O diagnóstico mais provável e a conduta inicial são, respectivamente:

A
hipotireoidismo central; solicitar ressonância magnética de hipófise.
B
hipotireoidismo primário por tireoidite de Hashimoto; introdução de levotiroxina.
C
hipotireoidismo terciário; introdução de tri-iodotironina.
D
hipertireoidismo por tireoidite subaguda; introdução de glicocorticoide.
E
hipotireoidismo primário por tireoidite de Riedel; solicitar ultrassonografia de tireoide.
São tipos comuns de obstrução intestinal tanto alta como baixa de um paciente neonatal, exceto:
Em relação às indicações de Transporte Neonatal inter-hospitalar, assinale a alternativa incorreta.
Durante uma sala de parto, você percebe que o recém-nascido tem Síndrome de Down. Além do parecer do geneticista, o seguimento ambulatorial dessa criança, quando estiver entre 1 e 4 anos, deve incluir:
Paciente, 40 anos de idade, com quadro de trombose venosa profunda do membro inferior direito, sob tratamento adequado com heparina. Apresenta quadro de embolia pulmonar, hemodinamicamente estável. Ao mapeamento Doppler constata-se trombo não aderido na veia ilíaca direita. Qual a melhor conduta?
Compartilhar