Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Cirurgia

Ginecologia

Mulher de 42 anos, assintomática, apresentou, à mamografia de rotina, nódulo de 1,2 cm no quadrante supero-externo da mama esquerda. À ultrassonagrafia, constataram-se bordas espiculadas e limites imprecisos, com sombra acústica e limites microbulados. Não havia comorbidades. Ao exame físico, as mamas eram volumosas, com discreto adensamento na topografia referida, e axila ipsilateral mostrava-se clinicamante negativa. Qual a próxima conduta a ser adotada?

A
solicitar biópsia percutânea guiada por ultrassonografia.
B
solicitar ressonância magnética.
C
realizar punção com agulha fina.
D
realizar exame de congelação.
E
realizar setorectomia com pesquisa de linfonodo sentinela.
Um homem de 30 anos de idade, com fratura de esterno, é submetido a aortografia por alargamento de mediastino na radiografia de tórax. São fatores associados a este tipo de fratura, EXCETO:
A larva migrans visceral inclui a presença de febre, hepatomegalia e tosse, entre outras manifestações clínicas. É correto afirmar que:
Um adolescente de 13 anos é trazido à unidade básica de saúde com história de inchaço no lado esquerdo da face há 3 dias. A mãe refere ainda febre de até 38,8 °C nos últimos 2 dias, inapetência, cefaleia e "dores no corpo". Ao exame físico, observa-se abaulamento da face à esquerda, anterior à orelha, com limites por vezes imprecisos. O paciente tem dificuldade em abrir a boca. O exame da orofaringe é normal. Assinale, entre as manifestações abaixo, aquela que mais frequentemente se associa à doença deste paciente.
Um usuário de 40 anos, em situação de rua, com antecedente de uso intermitente de albergue no último ano, chega a um serviço de atenção básica relatando tosse com expectoração há quatro semanas. Não apresenta outras queixas. Ações que deveriam ser realizadas pelo serviço de saúde que atende a esse usuário segundo o Programa de Controle de Tuberculose do Ministério da Saúde do Brasil:
Compartilhar