Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Cirurgia

Ginecologia

Mulher de 42 anos, assintomática, apresentou, à mamografia de rotina, nódulo de 1,2 cm no quadrante supero-externo da mama esquerda. À ultrassonagrafia, constataram-se bordas espiculadas e limites imprecisos, com sombra acústica e limites microbulados. Não havia comorbidades. Ao exame físico, as mamas eram volumosas, com discreto adensamento na topografia referida, e axila ipsilateral mostrava-se clinicamante negativa. Qual a próxima conduta a ser adotada?

A
solicitar biópsia percutânea guiada por ultrassonografia.
B
solicitar ressonância magnética.
C
realizar punção com agulha fina.
D
realizar exame de congelação.
E
realizar setorectomia com pesquisa de linfonodo sentinela.
Durante as manobras de reanimação de um recém-­nascido na sala de parto, a avaliação da frequência cardíaca deve ser feita preferencialmente através de:
Durante uma apendicectomia por apendicite grau III houve contaminação grosseira da pele com secreção purulenta. O cirurgião optou por fechar a incisão nos planos musculares e aponeuróticos, iniciar antibioticoterapia e fazer curativos estéreis diariamente. Após 5 dias, ele realizou a síntese da pele. Qual o nome desse procedimento?
Mulher de 55 anos em uso crônico de anti-inflamatório não esteroidal apresenta quadro de hemorragia digestiva alta vultosa. Após a estabilização hemodinâmica, realizou endoscopia que mostrou úlcera na 1ª porção duodenal, na parede posterior, recoberta por grande coágulo. Neste momento foi tratada com injeção de adrenalina. A paciente permaneceu sob observação rigorosa, quando em menos de 24 horas apresentou hipotensão e enterorragia. Qual o procedimento melhor indicado para esta paciente?
A maioria dos tumores benignos do fígado são assintomáticos e são achados incidentais em ultrassonografia de abdome. Para diagnóstico diferencial de tumores sólidos, faz-se necessário a realização de exames contrastados como tomografia computadorizada e ressonância magnética. Um nódulo de 5 cm com hipercaptação de contraste na fase arterial e com uma cicatriz central em uma mulher de 40 anos é altamente sugestivo de:
Compartilhar