Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 42 anos que refere perder urina quando tosse ou espirra. Teve um parto normal sem intercorrências há 11 anos. Não há distopia ao exame ginecológico, porém viabiliza-se perda de urina ao esforço. Ao exame urodinâmico, observou-se perda com pressão abdominal de 100cm H2O. Assinale a melhor alternativa.

A
O quadro é de bexiga hiperativa que deve ser tratada com anticolinérgicos.
B
Como existe defeito esfincteriano intrínseco, deve-se indicar cirurgia de “sling”.
C
A paciente tem incontinência urinária de esforço por hipermobilidade do colo vesical.
D
Deve-se realizar o teste do absorvente antes de indicar cirurgia.
E
Como não há distopia, deve-se primeiro medicar com oxibutinina.
O agente infeccioso mais frequente na osteomielite crônica na criança acima de 2 anos é:
A Sociedade Brasileira de Pediatria lançou no ano de 2012 uma proposta de aferição da saturação arterial de oxigênio através da oximetria de pulso de todos os recém-nascidos com 24 a 48 horas de vida antes da alta hospitalar, sendo chamado de TESTE DO CORAÇÃOZINHO. Esta medida visa:
Em que porcentagem de pessoas com sintomas sem explicação médica a depressão ou a ansiedade são a causa desses sintomas?
Lactente com 3 semanas de vida apresenta quadro de vômitos de grande volume após a amamentação. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar