Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 42 anos que refere perder urina quando tosse ou espirra. Teve um parto normal sem intercorrências há 11 anos. Não há distopia ao exame ginecológico, porém viabiliza-se perda de urina ao esforço. Ao exame urodinâmico, observou-se perda com pressão abdominal de 100cm H2O. Assinale a melhor alternativa.

A
O quadro é de bexiga hiperativa que deve ser tratada com anticolinérgicos.
B
Como existe defeito esfincteriano intrínseco, deve-se indicar cirurgia de “sling”.
C
A paciente tem incontinência urinária de esforço por hipermobilidade do colo vesical.
D
Deve-se realizar o teste do absorvente antes de indicar cirurgia.
E
Como não há distopia, deve-se primeiro medicar com oxibutinina.
Quanto à Fibrose Cística pode-se afirmar que:
Paciente masculino de 52 anos com índice de massa corporal de 23, será submetido à colecistectomia por vídeo, eletivamente. Na sua história clínica constatou-se que o mesmo faz atividade esportiva três vezes por semana há mais de 10 anos, não é tabagista e não toma medicações de forma contínua. Qual das alternativas abaixo relaciona os exames laboratoriais pré-operatórios mais coerentes?
Recém-nascido a termo com 12 horas de vida encontra-se ictérico, até Zona III de Kramer. Seu tipo sanguíneo é A, Rh positivo, Teste de Coombs direto positivo. Trata-se do terceiro filho de puérpera cujo tipo sanguíneo é O, Rh negativo, Teste de Coombs indireto negativo. O diagnóstico mais provável e a conduta mais adequada para o caso são:
A doença de Milroy se caracteriza pela presença de:
Compartilhar