Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 42 anos que refere perder urina quando tosse ou espirra. Teve um parto normal sem intercorrências há 11 anos. Não há distopia ao exame ginecológico, porém viabiliza-se perda de urina ao esforço. Ao exame urodinâmico, observou-se perda com pressão abdominal de 100cm H2O. Assinale a melhor alternativa.

A
O quadro é de bexiga hiperativa que deve ser tratada com anticolinérgicos.
B
Como existe defeito esfincteriano intrínseco, deve-se indicar cirurgia de “sling”.
C
A paciente tem incontinência urinária de esforço por hipermobilidade do colo vesical.
D
Deve-se realizar o teste do absorvente antes de indicar cirurgia.
E
Como não há distopia, deve-se primeiro medicar com oxibutinina.
Analise os conceitos abaixo sobre luxações e imobilização de fraturas e assinale aquele (s) que se apresenta (m) em desacordo com o tratamento ideal? I - O edema é um fenômeno normal após traumatismos e pode levar ao comprometimento da circulação da extremidade se a imobilização for inadequada ou excessivamente compressiva. II - Antes da aplicação de qualquer imobilização, gessada ou não, devem ser avaliadas as condições de pele, os edemas e as manobras a serem efetuadas, pois o tipo de imobilização escolhido, a posição e as moldagens devem ser programadas em função dessas condições. III - Após a imobilização, o paciente e seus familiares precisam ser informados dos riscos e dos cuidados a serem tomados, e, caso apareçam sinais compressivos de dor, cianose, isquemia e alterações da sensibilidade, o paciente deve ser observado em casa e somente retornar ao hospital caso esses sintomas permanecerem por, no mínimo, seis horas. IV - A luxação de cotovelo é uma lesão que ocorre com mais freqüência em indivíduos jovens e se apresenta com um diagnóstico fácil através da história clínica e com auxílio do RX. O seu objetivo de tratamento visa uma imobilização primária com tala gessada, seguida de observação por 24 horas, e redução no centro cirúrgico após a diminuição do edema. Referência: COHEN, M.; MATTAR JR, R.; JESUS-GARCIA FILHO, R. e colaboradores - Tratado de Ortopedia, Editora Roca, 2007.
Paciente hipertenso de longa data desenvolve dor precordial progressiva com irradiação para o dorso e abdome, distensão abdominal, ausência de pulso em membros inferiores. No momento da admissão na emergência, a sua pressão arterial é de 220/130mmHg em MMSS e 140/80 em MMII. Qual a melhor conduta para controle da pressão arterial? Referência: GOLDMAN, L.; AUSIELLO, D. Cecil - Tratado de Medicina Interna - 21ª Edição.
NÃO é indicação de tratamento cirúrgico da hérnia umbilical em crianças menores que quatro anos: Referência: TOWSEND, C. M. e colaboradores. Sabiston, Tratado de cirurgia : a base biológica da moderna prática cirúrgica. Editora Elsevier, 3ª tiragem, 2005.
Correlacione as colunas e assinale a alternativa que contém a sequência correta: I- Indometacina, II- Gosserrelina, III- Bromocriptina, IV- Clomifeno; [ ] Endometriose , [ ] Anovolução, [ ] Dismenorreia, [ ] Hiperprolactinemia. Referência:ROTINAS EM GINECOLOGIA - Fernando Freitas e cols.
Compartilhar