Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Mulher de 52 anos apresenta ganho de peso (8 kg em 2 meses), sonolência, constipação intestinal e dores articulares difusas. Deu entrada no pronto-socorro com quadro de síncope e hemodinamicamente estável. Exames laboratoriais: TSH 8 µIU/ml (0,34-4,25 µIU/ml), T4-livre 0,5 ng/dl (0,8-1,7 ng/dl), sódio 114 mEq/L, potássio 3,6 mEq/L, ureia 40 mg/dl, creatinina 1,0 mg/dl e glicemia 100 mg/dl. Sobre a hiponatremia, assinale o diagnóstico e o tratamento corretos.

A
Hiponatremia com osmolaridade normal secundária ao hipotireoidismo; diuréticos de alça.
B
Hiponatremia hipo-osmolar secundária ao hipotireoidismo; diuréticos de alça e restrição hídrica.
C
Hiponatremia hiperosmolar secundária ao aumento de triglicérides; restrição calórica e diuréticos de alça.
D
Hiponatremia hipo-osmolar secundária ao hipotireoidismo; solução salina hipertônica e restrição hídrica.
E
Hiponatremia com osmolaridade normal secundária ao hipotireoidismo; solução salina 0,9% e levotiroxina.
São os três tipos mais frequentes, em ordem decrescente, de atresias do esôfago:
Marque a alternativa FALSA sobre a fisiologia do ciclo menstrual.
Paciente de 44 anos, com antecedente de trauma craniano há três semanas, evoluindo em coma, apresenta tosse irritativa frequente. Foi submetido à traqueostomia há 18 dias. Na necessidade de trocar a cânula da traqueostomia, no momento em que o balonete da cânula foi desinflado, ocorreu importante sangramento pelo traqueostoma. A conduta terapêutica adequada à situação é:
São considerados fatores de risco para osteoporose:
Compartilhar