Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 52 anos procura seu ginecologista para exames de rotina. Refere última menstruação há dois anos e sintomas leves de fogachos. Nega comorbidades. Qual dos exames abaixo não necessita ser solicitado?

A
Dosagem de FSH, LH e estradiol.
B
Mamografia
C
Citopatológico do colo uterino.
D
Ultrassonografia transvaginal.
E
Desintometria óssea
O organismo materno sofre mudanças anatômicas e funcionais durante a gravidez, com o objetivo de redefinir um novo equilíbrio adaptativo para a presença do feto em desenvolvimento.Constituem modificações gravídicas gerais do organismo materno, observa-se:
Um menino de 4 anos de idade apresenta-se com seu terceiro episódio de linfadenite cervical dolorosa. Cada crise foi tratada com incisão e drenagem, tendo sido isolado o Staphylococcus aureus. Na idade de 2 anos, ele precisou de aspiração cirúrgica de um abscesso hepático. O teste laboratorial mais importante para o diagnóstico desta paciente é:
A avaliação inicial do politraumatizado protocolada determina o sucesso do atendimento do paciente gravemente acometido. Podemos afirmar que são causas com risco imediato de morte na avaliação das lesões torácicas:
Mulher, 65 anos, assintomática, realiza ecografia de rotina na qual são identificados cálculos na vesícula biliar. Em relação a este caso, são apresentadas as assertivas abaixo: I. Se os cálculos forem maiores que 3 cm de diâmetro, há indicação de tratamento cirúrgico pelo risco aumentado de complicações. II. Se houver calcificação da parede da vesícula biliar, deve-se realizar colecistectomia pelo risco de surgimento de neoplasia. III. Com o advento das técnicas minimamente invasivas, sempre se indica a remoção cirúrgica da vesícula biliar na presença de cálculos. Qual é a alternativa correta?
Compartilhar