Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 52 anos, tabagista há 30 anos (6 cigarros/dia), com 60 Kg e 1,65 m, cujo pai era hipertenso, queixa-se de calorões e sudorese importante, nos últimos 6 meses, principalmente à noite, resultando em insônia e em dificuldade de reconciliar o sono. Relata que os ciclos menstruais tornaram-se irregulares com períodos de amenorreia e que a última menstruação ocorrera há 6 meses. Não apresenta outros sintomas e não faz uso de medicações. Referiu que pratica exercícios regularmente (4 vezes/semana com duração de 60 minutos) e mantém uma dieta saudável (não ingere leite, mas utiliza seus derivados diariamente). Ao exame físico, a pressão arterial era de 120/75 mmHg, o IMC, de 22,03 kg/m², e a circunferência abdominal, de 79 cm. As mamas não apresentavam particularidades, e o exame ginecológico revelou leve atrofia vaginal. Com base neste quadro, considerar as assertivas abaixo: I - A paciente encontra-se no climatério pré-menopáusico. II - Dosagem de hormônio foliculoestimulante (FSH) é mandatória para o diagnóstico e para a prescrição de tratamento adequado. III - Terapia hormonal com estradiol e progesterona pode ser uma opção de tratamento. É (São) correta (s) a (s) assertiva (s):

A
Apenas a I.
B
Apenas a II.
C
Apenas a III.
D
Apenas a I e a III.
E
Todas as assertivas.
Em relação às vulvovaginites, considere as seguintes afirmações e responda a alternativa correta: I) todas são infecciosas; II) a causa infecciosa mais frequente é a vaginose bacteriana; III) a melhor maneira para diagnosticar as causas infecciosas é a cultura de rotina de secreção vaginal.
A prova de trabalho de parto, em mulheres com uma cesárea anterior: 1) diminui a incidência de cesárea 2) aumenta a morbidade febril puerperal 3) não altera a mortalidade perinatal 4) aumenta a mortalidade neonatal Dentre os itens, estão corretos somente:
A dermatite das fraldas é patologia frequente no lactente. Dentre as explicações, qual você EXCLUIRIA?
Lactente de três meses é atendido com história de estridor inspiratório desde o nascimento. Vem apresentando piora progressiva do estridor e dificuldade de alimentação. Exame físico: afebril, dispneico com retração esternal. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar