Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Mulher de 55 anos em uso crônico de anti-inflamatório não esteroidal apresenta quadro de hemorragia digestiva alta vultosa. Após a estabilização hemodinâmica, realizou endoscopia que mostrou úlcera na 1ª porção duodenal, na parede posterior, recoberta por grande coágulo. Neste momento foi tratada com injeção de adrenalina. A paciente permaneceu sob observação rigorosa, quando em menos de 24 horas apresentou hipotensão e enterorragia. Qual o procedimento melhor indicado para esta paciente?

A
Repetir a endoscopia com esclerose.
B
Vagotomia com piloroplastia e ulcerorrafia.
C
Vagotomia e gastrojejunostomia.
D
Vagotomia e gastrectomia parcial.
E
Gastrectomia subtotal.
Fístulas biliares e pancreáticas representam um desafio ao cirurgião. Fístulas pancreáticas podem ocorrer após pancreatite aguda, operações sobre o pâncreas ou podem ser secundárias a trauma abdominal aberto ou fechado. Já as fístulas biliares ocorrem mais frequentemente após operações sobre a vesícula ou as vias biliares por afecções benignas ou malignas. Sobre o manejo desses pacientes, assinale a alternativa INCORRETA. Qual dos procedimentos abaixo é inapropriado no manejo destes pacientes?
Paciente de 25 anos apresentou quadro compatível com cólica renal à direita, tendo sido encaminhado à emergência. Os exames mostraram cálculo de 4 mm localizado no ureter distal e leve hidronefrose. A avaliação laboratorial não revelou anormalidades. A dor em cólica aliviou de maneira substancial após analgesia intravenosa. Considerando as opções abaixo, qual a mais indicada para o manejo inicial?
Paciente, 42 anos de idade, sexo masculino, foi internado para tratamento cirúrgico eletivo de hérnia inguinal à direita, com dois anos de evolução. Durante o ato operatório, após abertura do saco herniário em hérnia tipo Nyhus IIIB, identificou-se segmento ileal no respectivo interior, com divertículo de Meckel de base larga, sem evidentes sinais de inflamação, o qual foi tratado conservadoramente, por meio de redução para a cavidade peritoneal. Com base nas informações apresentadas e no caso clínico, o epônimo de hérnia especial descrita é hérnia:
Paciente com dor abdominal, hiporexia e astenia comparece ao consultório para avaliação. Ela nega doenças pregressas e relata apenas o uso de anticoncepcional. Quanto ao caso clínico apresentado, e considerando a hipótese diagnóstica de tumor hepático, é CORRETO afirmar que o tumor:
Compartilhar