Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher de 58 anos de idade, em uso de terapia hormonal combinada contínua há 6 anos. Há 4 meses apresenta sangramento vaginal esporádico discreto. A ultrassonografia mostra endométrio de 8 mm e miométrio homogêneo. Com esses dados a conduta é:

A
suspender a medicação e solicitar mamografia.
B
manter a medicação e indicar biópsia de endométrio.
C
aumentar a dose de progestagênio e solicitar mamografia.
D
suspender a medicação e indicar biópsia de endométrio.
E
aumentar a dose de progestagênio e indicar biópsia de endométrio.
Menina de quatro anos de idade é atendida no setor de emergência com quadro de tosse seca, febre alta intermitente há três dias, diminuição do apetite, dor abdominal e perda de peso. Ao exame apresenta Temperatura axilar de 38,7°C, Frequência Respiratória de 48irpm/min, retração intercostal, Murmúrio vesicular diminuído à direita com presença de estertores crepitantes e ausência de sibilos. Laboratório: leucograma com 22.000 leucócitos com desvio para a esquerda e Raios-X de tórax com condensação em lobo superior direito. O agente etiológico mais provavelmente relacionado ao quadro seria:
Paciente de 24 anos inicia quadro de corrimento vaginal não pruriginoso, com odor fétido que se acentua no período menstrual. Ao exame ginecológico observa-se vagina sem reação inflamatória, presença de discreto corrimento acinzentado e cérvice de aspecto normal. Considerando a principal hipótese diagnóstica é correto afirmar:
Quanto à anatomia patológica das fraturas do colo do fêmur, é CORRETO afirmar:
Um bebê de três semanas do sexo feminino apresenta-se ao Pronto-Socorro com vômitos, falta de apetite e diminuição da produção de urina durante as últimas 24 horas. O bebê provém de parto vaginal a termo, sem complicações perinatais. Ao exame, a criança aparece com hipotermia e desidratado, com fontanela deprimida, preenchimento capilar retardado, taquicardia e hipotensão moderada. O médico também observa clitoromegalia leve e hiperpigmentação da área genital. Exames iniciais revelam o seguinte: Na+ 129 mEq/L, K+ 6,8 mEq/L, Cl- 88 mEq/L. Ureia e creatinina estão dentro dos limites normais. Pressão liquórica à punção lombar e radiografia de tórax são normais. Hemograma, sumário de urina e bioquímica do liquor estão pendentes. Com base nestas informações, o exame mais apropriado para confirmação do diagnóstico é:
Compartilhar