Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher de 58 anos, diabética e hipertensa há 15 anos, apresenta dispneia e sudorese há 1 hora. Exame físico: PA = 150 x 100 mmHg, FC 110 bpm, FR 30 mpm e saturação periférica de oxigênio 89%. Ausculta torácica: bulhas rítmicas e normofonéticas, sem sopros; crepitações finas nos 2/3 inferiores do tórax. Eletrocardiograma: supradesnivelamento do segmento ST nas derivações V1 a V4. Foram realizados oxigenioterapia e administração de ácido acetilsalicílico. Assinale a alternativa que contém a melhor conduta Inicial:

A
clopidogrel, enoxaparina, betabloqueador e sinvastatina; não usar trombolítico, porque não há dor torácica.
B
clopidogrel, enoxaparina, inibidor da enzima conversora de angiotensina II (iECA), nitrato, diurético, trombólise com tenecteplase.
C
inibidor de GP IIB-IIIA, enoxaparina, iECA, angioplastia primária.
D
clopidogrel, heparina não fracionada, inibidor de GP II-B IIIA, betabloqueador, morfina, iECA e trombólise com tenecteplase.
E
enoxaparina, betabloqueador, angioplastia primária, iECA, diurético.
Criança, 4 anos de idade, é internada com quadro de náusea, vômito e dor abdominal. Apresenta-se torporosa, emagrecida, febril, TAX: 38°C, com sinais de desidratação, apesar da diurese abundante, enchimento capilar: 6 seg, F.R.: 40 irpm, PA: 80x40 mmHg, F.C.: 120/bpm. Os exames laboratoriais iniciais revelaram glicemia: 500 mg/dl, K: 4,7, Na: 126, PCO2: 16 mmHg, PO2: 75 mmHg, SatO3: 95%, gasometria arterial Ph: 7,15, HCO3: 6 mEq/l. Nesse caso, pode-se afirmar que se trata, provavelmente, de
Em relação às diarreias, é incorreto afirmar que:
Gestante de 35 semanas de idade gestacional, hipertensa, em uso de metidopa 250mg de 8 em 8 horas e propanolol 40mg ao dia. Realiza ultrassonografia, que apresenta os seguintes resultados: feto único, em situação longitudinal, apresentação cefálica. Batimentos cardiofetais com frequência de 150 bpm. Líquido amniótico: ILA = 10 cm. Placenta tópica, grau II (granum). Dopplerfluxometria apresentando diástole zero da artéria umbilical, idade gestacional ultrassonográfica de 35 semanas. Os dados clínicos deste caso permitem afirmar qual diagnóstico?
Uma senhora de 45 anos de idade, em uso crônico de anti-inflamatórios não esteroides (AINE), apresenta-se para atendimento emergencial com quadro de hematêmese. Após estabilização hemodinâmica, é encaminhada para endoscopia digestiva, que revela úlcera duodenal, sem sangramento atual, com coágulo firmemente aderido na base. Qual das condutas abaixo não diminui a ocorrência de ressangramento?
Compartilhar