Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher de 58 anos, diabética e hipertensa há 15 anos, apresenta dispneia e sudorese há 1 hora. Exame físico: PA = 150 x 100 mmHg, FC 110 bpm, FR 30 mpm e saturação periférica de oxigênio 89%. Ausculta torácica: bulhas rítmicas e normofonéticas, sem sopros; crepitações finas nos 2/3 inferiores do tórax. Eletrocardiograma: supradesnivelamento do segmento ST nas derivações V1 a V4. Foram realizados oxigenioterapia e administração de ácido acetilsalicílico. Assinale a alternativa que contém a melhor conduta Inicial:

A
clopidogrel, enoxaparina, betabloqueador e sinvastatina; não usar trombolítico, porque não há dor torácica.
B
clopidogrel, enoxaparina, inibidor da enzima conversora de angiotensina II (iECA), nitrato, diurético, trombólise com tenecteplase.
C
inibidor de GP IIB-IIIA, enoxaparina, iECA, angioplastia primária.
D
clopidogrel, heparina não fracionada, inibidor de GP II-B IIIA, betabloqueador, morfina, iECA e trombólise com tenecteplase.
E
enoxaparina, betabloqueador, angioplastia primária, iECA, diurético.
Paciente submetido a herniografia inguinal recidivada à direita com a técnica do Lichtenstein. Evoluiu com dor e edema no escroto por volta do 4º dia pós-operatório, que perdurou por oito semanas. O quadro clínico acima sugere:
Paciente de 43 anos com quadro de fadiga, cefaleia, anorexia e dor em quadrante superior esquerdo do abdômen. Ao exame nota-se massa palpável no rebordo costal esquerdo compatível com esplenomegalia. Qual das alternativas abaixo é menos provável de explicar o quadro clínico
Quanto ao câncer de próstata, assinale a alternativa INCORRETA:
Paciente do sexo masculino, 42 anos, com antecedente de esquizofrenia, em uso de neuroléptico e benzodiazepínico, apresenta quadro agudo de febre, rigidez muscular, alteração do nível de consciência e instabilidade autonômica. Exames laboratoriais revelam aumento do nível de creatinofosfoquinase e leucocitose. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar