Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hepatologia

Mulher de 30 anos de idade queixa-se de mal-estar, náuseas, febre, desconforto no hipocôndrio direito e icterícia. Realizou uma tatuagem no antebraço há 2 meses. Ao exame físico: icterícia de escleróticas, hepatomegalia dolorosa e espaço de Traube livre. Exames laboratoriais: bilirrubinas totais de 5,2 às custas de direta, ALT - 630 U/L, AST - 550 U/I e HBsAg positivo. Qual das afirmações é CORRETA em relação ao caso?

A
O diagnóstico é confirmado pelo anti-HBc IgM.
B
Não há risco de progressão para hepatite crônica.
C
Não há forma aguda grave neste caso.
D
A presença do HBeAg após o terceiro mês sugere evolução satisfatória.
E
As formas colestáticas evoluem com mau prognóstico.
Assinale a alternativa correta, em relação à esclerose múltipla.
Os marcadores tumorais CA-125, alfa-feto proteína e gonadotrofina estão habitualmente associados às seguintes neoplasias ovarianas, pela ordem:
Criança de 7 anos apresenta quadro de faringoamigdalite aguda, tendo sido medicada, nas primeiras 24 horas da febre, com penicilina benzatina. 14 dias após, apresenta urina escura, cor de “Coca-Cola”. Qual exame, reforça melhor a hipótese de Glomerulonefrite?
Criança escolar, 8 anos, com suspeita de Baixa Estatura Familiar (BEF). O que esperar, para esse diagnóstico, da radiografia de punho e mão esquerda para idade óssea (IO)?
Compartilhar