Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher de 64 anos, obesa, com história de hipertensão arterial e diabetes mellitus, há 3 meses com edema generalizado insidioso de evolução progressiva, fadiga e dispneia de esforço. A radiografia de tórax revelou congestão pulmonar sem cardiomegalia. Eletrocardiograma de repouso mostrou hipertrofia ventricular esquerda sem distúrbios da condução ou sinais de infarto miocárdio prévio. Neste caso, um ecocardiograma com Doppler provavelmente revelará:

A
Alterações segmentares de contratilidade.
B
Acometimento ventricular direito isolado.
C
Derrame pericárdico volumoso.
D
Fração de ejeção de ventrículo esquerdo preservada.
Das cardiopatias congênitas abaixo, assinale a que se manifesta nas primeiras horas de vida:
Paciente de 42 anos chega ao pronto-socorro levado por populares, com relato de três episódios de hemorragia digestiva alta de grande monta na última hora. Ao exame físico, apresenta-se hipocorado +3/4, sudorético, confuso, PA = 80 x 60 mmHg, FC 140 bpm. Em relação a esse paciente podemos afirmar, EXCETO:
Com relação ao atendimento de recém-nascidos, considere cada uma das afirmativas abaixo como falsa (F) ou verdadeira (V). ( ) A maior parte dos casos de icterícia no período neonatal apresenta aumento da bilirrubina direta. ( ) Na sepse neonatal tardia, há uma maior incidência de meningite. ( ) O tratamento mais adequado para o céfalo-hematoma é o esvaziamento por punção com agulha grossa. ( ) A fisioterapia precoce pode ser usada na paralisia do plexo braquial. ( ) Uma contagem de reticulócitos de 4% é altamente sugestiva de hemólise. Qual a sequência correta das respostas?
O manejo do paciente acometido de doença ou trauma inclui a dor e a ansiólise. As abordagens inadequadas da sedação e analgesia podem piorar as condições do paciente, levando a um catabolismo, persistente, que pode resultar em sequelas e aumento da mortalidade. Assinale a alternativa que contém situações que se associam ao manejo inadequado da dor aguda.
Compartilhar