Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Hematologia

Mulher de 65 anos apresenta-­se com ataque isquêmico transitório. A contagem de plaquetas era 690000/L. Hemoglobina normal e VCM normal. Relato antigo revelou que as plaquetas eram maiores que 600.000/L há mais de um ano. Qual é o mais provável diagnóstico?

A
Trombocitose reativa.
B
Trombocitemia essencial.
C
Deficiência precoce de fer- ro.
D
Trombocitose secundária a um evento neurológico.
E
Trombocitose induzida por medicação.
Lactente de 2 meses dá entrada na emergência pediátrica com parada cardiorrespiratória. Segundo a mãe, após amamentar ao seio materno, a criança adormeceu como de rotina, de bruços. Com relação à síndrome de morte súbita infantil, qual a provável causa de morte do lactente?
Associe as incisões abdominais (coluna da esquerda) às patologias cirúrgicas (coluna da direita) para as quais são mais adequadas. 1- Incisão subcostal bilateral (Chevron); 2- Incisão pararretal interna (Lennander); 3- Incisão transversa suprapúbica (Pfannenstiel); 4- Incisão transversa parcial infraumbilical (Davis); 5- Incisão transversa supraumbilical (Sprengel). ( ) Colecistite aguda; ( ) Apendicite aguda; ( ) Miomatose uterina. A sequência numérica correta, de cima para baixo, da coluna da direita, é:
Uma criança de 31 semanas de idade gestacional, com mãe com bolsa rota há mais de 24 horas, apresenta sinais de sofrimento fetal. Nasce com anóxia neo-natal grave (Apgar 1° minuto 3; Apgar 5° minuto 6). Aspira mecônio e evolui para pneumonia grave. Constata-se também CIV através de ecocardiograma. Evolui mal no 5° dia é diagnosticado sepse, vindo a falecer no 7° dia, com falência de múltiplos órgãos. As causas básica e imediata do óbito, são respectivamente:
A “tríade de Charcot” que pode ser observada na colangite aguda caracteriza-se por:
Compartilhar