Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher de 65 anos, portadora de insuficiência cardíaca, procura hospital por piora da dispneia há uma semana. Nega palpitação, dor torácica ou hemoptise. Exame físico: PA: 90x60 mmHg, pulso: 110 bpm (arrítmico) e frequência respiratória: 24 ipm; pulmonar: estertores em ambas as bases; abdome: fígado palpável a 3 cm do rebordo costal direito, doloroso; extremidades: edema de membros inferiores 2+/4+, com diminuição da perfusão periférica. ECG: fibrilação atrial. Ela faz uso de captopril e betabloqueador. Nesse momento recomenda-se:

A
manter o uso de captopril e betabloqueador e introduzir diurético endovenoso.
B
manter o uso de captopril e betabloqueador e introduzir metrópico endovenoso.
C
manter o uso de captopril e suspender o de betabloqueador e introduzir inotrópico endovenoso.
D
suspender o uso de captopril, manter o betabloqueador e introduzir vasodilatador endovenoso.
E
suspender o uso de captopril e betabloqueador e introduzir vasodilatador endovenoso.
Ao examinar um RN em alojamento conjunto você observa reflexo esbranquiçado na pupila direita, diferentemente da cor vermelho-alaranjada da pupila contralateral. Quais os diagnósticos mais pertinentes a tal achado?
Em relação ao desenvolvimento neuropsicomotor normal, qual a idade esperada de uma criança que senta com o mínimo apoio, rola da posição supina para a posição prona, tenta buscar um objetivo que está fora do seu alcance, mas não desenvolveu ainda o movimento de pinça?
Qual doença deve-se suspeitar diante de sintomas respiratórios, glomerulonefrite, vasculite, C-anca positivo:
Em relação aos distúrbios ventilatórios, a Capacidade Vital Forçada (CVF) e o Volume Expiratório Forçado no Primeiro Segundo (VEF1) reduzidos são encontrados:
Compartilhar