Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Mulher de 67 anos, tabagista, foi internada na UTI com quadro de febre, tosse, expectoração purulenta, dispneia e hipotensão. Exame físico: PA: 90x60 mmHg, pulso: 128 bpm, FR: 36 ipm, temperatura: 39,8º C; pulmonar: crepitações em todo o hemitórax direito. Imediatamente, foram colhidos hemoculturas e exames gerais. A gasometria arterial mostrou acidose metabólica, hipoxemia e excesso de bases (base excess) de - 10 mmol/L (normal: de -3 a + 3), lactato arterial: 24 mg/dL (normal até 14). Nesse momento, pode-se afirmar que ela apresenta mais provavelmente quadro de:

A
sepse.
B
sepse grave.
C
infecção generalizada.
D
síndrome da resposta inflamatória sistêmica.
E
síndrome da disfunção de múltiplos órgãos.
Mãe leva Tiago, de 4 semanas de vida, ao pediatra com relato de que o mesmo vem apresentando vômitos amarelados constantes cada vez mais frequentes e que os últimos vômitos têm apresentado sangramento. Observou diminuição do volume de fezes. Ao exame, criança com baixo peso, desidratada e prostrada. À palpação abdominal, observa-se massa semelhante a uma azeitona no quadrante superior esquerdo. Qual o distúrbio metabólico mais comumente pode ser encontrado nesta situação?
Na assistência a paciente com 33 semanas de idade gestacional e síndrome HELLP, deve-se:
Derrame pleural com quadro evolutivo rápido, exame radiológico de pneumatoceles, derrame pleural e abscesso pulmonar, em lactente de 6 meses, com broncopneumonia e estado geral comprometido; trata-se de infecção causada mais provavelmente por:
Os eventos habituais no desenvolvimento puberal feminino normal em ordem de surgimento são:
Compartilhar