Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Mulher jovem com 23 anos, gestante pela 1ª vez, 36 semanas, apresenta-se com Pressão Arterial = 170 x 110 mmHg na Emergência Obstétrica e queixa-se de cefaleia, visão turva, diplopia e dor epigástrica. Diante desse quadro qual a hipótese mais provável?

A
Quadro clássico de eclâmpsia.
B
Crise convulsiva iminente.
C
Acidente vascular cerebral.
D
Síndrome HELLP.
E
Iminência de eclampsia.
Qual o tratamento padrão ouro para cálculos coraliformes em adultos?
Uma paciente de 60 anos de idade com antecedente de hipertensão arterial controlada, dislipidemia em uso de sinvastatina e histórico de tabagismo há 40 anos, cujo resultado anatomopatológico de uma cirurgia de Ressecção Endoscópica de Tumor de Bexiga (RTU) revelou um carcinoma urotelial de alto grau com invasão do músculo detrusor. O tumor era de aproximadamente 2,0 cm de tamanho, localizado na parede vesical anterior e foi totalmente ressecado na RTU. Qual a melhor conduta a seguir para este paciente?
Você está em uma festinha de amigos e uma criança de 1 ano e 4 meses, pesando 10 kg é encontrada desmaiada subitamente após correr no parquinho. Você é chamado e ao chegar ao local a criança estava deitada no chão da quadra. A criança está inconsciente, não respira e você está em dúvidas se palpou ou não o pulso. Qual a conduta é a MAIS CORRETA dentre as possibilidades oferecidas abaixo, segundo orientações da American Heart Association, na revisão 2010:
Homem, 65 anos, tabagista, com queixa de dor há 8 meses em perna esquerda, associada à claudicação intermitente e parestesia. Exame físico: pulsos diminuídos no membro inferior esquerdo. Nesse caso, a conduta adequada é:
Compartilhar