Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher, 73 anos de idade, com hipercolesterolemia, apresentou síncope de duração de 5 minutos em domicílio. Filha nega uso de medicações, exceto sinvastatina e colírio para glaucoma. Esteve no cardiologista há 3 meses, que não recomendou novas medidas. Foi trazida ao PA onde se apresenta confusa, com pulso radial de 36 bpm, com pausas à inspiração. TA: 120x60mmHg, FR: 20ipm. Mucosas coradas, sem sinais neurológicos de localização ou de irritação meníngea. Pulmões limpos. Ausculta cardíaca mostra bulhas arrítmicas à custa de pausas, que duram até 30 segundos, além de sopro sistólico suave em foco aórtico. A causa mais provável desse quadro é:

A
intoxicação medicamentosa
B
infarto agudo do miocárdio
C
hipertensão intracraniana
D
AVC hemorrágico
E
estenose aórtica
A citocina mediadora do choque séptico é:
Paciente de 65 anos com início há duas horas de dor retrosternal tipo opressiva com irradiação para mandíbula e dorso, chega ao hospital ainda com dor. Você monitora, instala oxigênio, providencia um acesso venoso e verifica dados vitais. Para continuar o atendimento do paciente acima, qual a conduta que deverá ser tomada a seguir?
Com respeito à asma, marque a alternativa CORRETA.
Uma paciente de 45 anos após duas visitas ao médico em um intervalo de tempo de duas sema­nas apresentou níveis tensionais de 146/94 mmHg. Não apresenta dislipidemia ou diabetes, não há evi­dência de doença aterosclerótica e não sabe relatar sua história familiar. No momento assintomática. Com base nos dados acima qual seria sua opção de manejo inicial desta paciente?
Compartilhar