Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Mulher procura o ambulatório com úlcera vulvar. Qual conduta abaixo NÃO é recomendada de forma rotineira?

A
Examinar o parceiro.
B
Sorologia para HIV.
C
Tratar cancro mole.
D
Sorologia para herpes.
E
Solicitar VDRL.
Paciente politraumatizado deu entrada no pronto socorro com lesão neurológica grave, hipotenso e em coma, necessitou ser intubado durante o atendimento inicial pela gravidade do seu quadro clínico. Na sala de trauma o ortopedista observou grande edema da perna direita com sinais de esmagamento e extensa lesão de partes moles com uma fratura fechada cominutiva do 1/3 proximal da tíbia (Tscherne III). Com relação ao diagnóstico de síndrome compartimental a conduta correta é:
Há várias doenças que causam uma dor visceral, geralmente arrastada e de localização imprecisa na região mesogástrica. A sua causa pode ser por: distensão, inflamação e:
Paciente de 40 anos, submetida há 2 anos à cirurgia de obesidade, refere perda de 35 kg nesse período. Não informa o tipo de cirurgia e não realizou acompanhamento pós-cirúrgico com a equipe que a operou. Vem à consulta com queixas de fraqueza muscular e sensação de parestesia de extremidades. Qual o diagnóstico mais provável?
Considere o caso de paciente do sexo feminino, 34 anos, com discreta dor e desconforto em hipocôndrio.Traz à consulta ecografia abdominal, evidenciando nódulo hepático com 7 cm de diâmetro. A paciente nega anorexia, emagrecimento, transfusões sanguíneas ou cirurgias prévias. O único medicamento em uso é anticoncepcional oral há 17 anos. Traz à consulta hemograma e provas de função hepática normais. Diante dessa situação clínica, a principal hipótese diagnóstica é:
Compartilhar