Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Na abordagem inicial do infarto agudo do miocárdio podemos afirmar que:

A
O uso de opiódes endovenoso é indicado para diminuir a dor e ansiedade.
B
A aspirina associada a heparina contraindica o uso de fibrinoliticos.
C
O uso de betabloqueadores associado a morfinomiméticos aumenta o risco de depressão respiratória.
D
Alterações do segmento ST, com supradesnível nas derivações D2, D3 e a VF reflete obstruções na parede antero-lateral do ventrículo esquerdo.
E
N.r.a.
Você está fazendo uma consulta pré-operatória numa mulher de 35 anos com feocromocitoma de 5cm na adrenal esquerda. Ela foi classificada como ASA III (P3). Todos os exames pré-operatórios solicitados para o risco cirúrgico estão normais. Sua pressão arterial está 130 x 90 mmHg com uso de fenoxibenzamina 200mg, duas vezes ao dia, já há 3 semanas. Ela também tem recebido implementos de hidratação. Sua frequência cardíaca está em 140 batimentos por minuto. O que fazer?
Paciente do sexo masculino, 38 anos, pedreiro, casado, natural e procedente de Natal, é admitido em pronto-socorro queixando-se de dor abdominal difusa e febre alta, que se seguiu a sonolência. O acompanhante revela que o quadro se instalou nas últimas 48 horas e que o paciente é portador de cirrose hepática de etiologia alcoólica. Ao examiná-lo, o médico evidencia sonolência, miose, taquisfigmia, temperatura de 38 graus centígrados, torpor. Não há sinais de irritação meningo-radicular. A ausculta cardiopulmonar não acrescenta novos dados. O exame abdominal revela ascite tensa. A intervenção terapêutica correta para esse caso é:
Na assistência ao parto, a episiotomia: I - aumenta o risco de prolapso uterino. II - ocasiona menos dor quando é mediana. III - somente está indicada no primeiro parto. Qual a alternativa correta?
A parotidite pode ocorrer em pacientes cirúrgicos, principalmente em indivíduos idosos desidratados. O tratamento deve ser direcionado no sentido de reidratação, estimulação da salivação e administração de antibióticos contra o agente etiológico mais comum, conhecido como:
Compartilhar