Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Na acidose metabólica hiperclorêmica com ânion gap normal, assinale a alternativa correta.

A
É observada na acidose láctica da sepsis.
B
É encontrada na cetoacidose diabética e na insuficiência renal.
C
Ocorre na acidose láctica, na cetoacidose diabética e na intoxicação por metanol.
D
É encontrada na diarreia e na acidose tubular renal.
E
É encontrada apenas na insuficiência renal aguda.
Em algumas afecções cardiopulmonares, durante uma inspiração sustentada pode-se detectar pulso paradoxal, que se refere a:
Pacientes com queimaduras extensas têm necessidades calóricas aumentadas, pelo gasto metabólico exacerbado. Das alternativas abaixo apresentadas, assinale a que NÃO deve ser utilizada para minimizar tal gasto metabólico:
Pré-escolar de quatro anos, sexo masculino, é levado por sua mãe ao pediatra, que relata períodos prolongados de “falta de apetite” e irritabilidade. O recordatório alimentar dos últimos seis meses revela dieta adequada para a idade. A mãe também informa que passou a utilizar polivitamínicos em doses elevadas e orexígenos há quatro meses, visando melhorar o apetite do filho. Exame físico: ausência de ganho ponderal em relação à última consulta; hipoatividade; alopécia e lesões cutâneas seborréicas. A hipótese diagnóstica mais provável é hipervitaminose crônica por excesso de vitamina:
Paciente de 1 mês de idade, sexo masculino, dá entrada no pronto socorro com quadro de desidratação grave. Segundo a mãe, a criança estava apresentando vômitos e fezes amolecidas há 2 dias, 5 a 6 evacuações diárias. Não apresentou febre. Refere também dificuldade em ganhar peso desde o nascimento. Ao exame físico a criança encontra-se em mau estado geral, desidratado grau 3, aspecto emagrecido, bolsa escrotal hiperpigmentada. Restante do exame físico sem particularidades. Os exames laboratoriais de entrada mostraram K = 6,0 mEq/L, Na=122 mEq/L, Uréia=25 mg/dl, Creatinina=0,5 mg/dl, Hb=13 mg/dl, VCM 82, Ht= 39%, 8.500 leucócitos (55% neutrófilos, 40 linfócitos, 3 % bastões, 2% monócitos). Qual o diagnóstico mais provável deste paciente?
Compartilhar