Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Como método de avaliação da vitalidade fetal, pode-se afirmar que na cardiotocografia o principal achado em fetos normais e próximo do termo é:

A
Ocorrência de variabilidade curta, duração maior de 25 batimentos por minuto.
B
Presença de movimentação fetal sem alterações na frequência cardíaca fetal.
C
Ocorrência de acelerações transitórias associadas à movimentação fetal.
D
Presença de variabilidade longa, duração com ciclos de um minuto e amplitude de mais de 25 batimentos por minuto Raiva, Influenza, Hepatite B e Pneumococo.
E
Ocorrência de espicas ou DIPs zero.
Lactente com 3 meses de idade procura o Posto de Saúde com queixa de tosse persistente há 3 semanas, gemente e inapetente há 2 dias. Nega febre durante toda a doença. Nascido de parto normal, a termo, peso adequado para idade gestacional, Apgar 9, 10. Consultas anteriores: aos 7 dias de vida, icterícia fisiológica e aos 30 dias de vida, conjuntivite. Leite materno exclusivo. Ao exame físico: Peso 5100 g, comprimento 60 cm. BEG, FR 58 irpm, FC 120 bpm, temperatura axilar 36,5 ºC. Ausculta pulmonar com MV presente e estertores subcrepitantes disseminados. Restante do exame sem anormalidades. Radiografia de tórax mostra opacidade heterogênea no lobo superior direito. Hemograma: 10 g Hb, Leucócitos 13000 (bastonetes 1%, segmentados 34%, eosinófilos 9%, basófilos 1%, linfócitos 40%, monócitos 5%). Qual o mais provável diagnóstico para esse caso?
Menino de 12 anos de idade é admitido no setor de emergência com traumatismo crânio encefálico após queda da laje de +/- 2 metros de altura, quando estava soltando pipa. Ele apresentava vários hematomas pelo corpo, porém nenhuma outra fratura. Raios-X de tórax e exame de urina normais. Foi encaminhado à sala de observação e iniciado terapia apropriada. Com 12 horas de evolução a criança apresentava os seguintes resultados laboratoriais: Na+ = 127 mmol/L; K = 4,9 mmol/L; Cl = 97 mmol/L; HCO3 = 22 mEq/L; Uréia = 9 mg/dL; Creatinina = 0,4mg/dL. A hiponatremia observada neste caso provavelmente é o resultado de:
Menina de quatro anos de idade é atendida no setor de emergência com quadro de tosse seca, febre alta intermitente há três dias, diminuição do apetite, dor abdominal e perda de peso. Ao exame apresenta Temperatura axilar de 38,7°C, Frequência Respiratória de 48irpm/min, retração intercostal, Murmúrio vesicular diminuído à direita com presença de estertores crepitantes e ausência de sibilos. Laboratório: leucograma com 22.000 leucócitos com desvio para a esquerda e Raios-X de tórax com condensação em lobo superior direito. O agente etiológico mais provavelmente relacionado ao quadro seria:
Paciente de 24 anos inicia quadro de corrimento vaginal não pruriginoso, com odor fétido que se acentua no período menstrual. Ao exame ginecológico observa-se vagina sem reação inflamatória, presença de discreto corrimento acinzentado e cérvice de aspecto normal. Considerando a principal hipótese diagnóstica é correto afirmar:
Compartilhar