Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Hematologia

Na avaliação da policitemia, é INCORRETO afirmar:

A
a dosagem sérica de eritropoetina auxilia no diagnóstico diferencial entre policitemia induzida por hipóxia e policitemia não induzida por hipóxia.
B
o carcinoma hepatocelular e o carcinoma de células claras renais podem cursar com policitemia mediada por eritropoetina.
C
a doença pulmonar obstrutiva crônica é a causa mais frequente de policitemia.
D
os inibidores da enzima de conversão podem ser úteis no tratamento da policitemia secundária.
E
estenose da artéria renal não é uma causa de policitemia.
Leia as descrições a seguir: I- Maria, de 6 anos, com quadro de início gradual, apresentando febre, mal-estar e anorexia, dor de garganta, conjuntivite, coriza, tosse e rouquidão com inflamação na laringe e algumas ulcerações em palato. / II- Vitor, de 10 anos, apresentando quadro de início súbito, com calafrios, febre, cefaleia, dor de garganta intensa, orofaringe hiperemiada com exsudato e adenite cervical anterior dolorosa. / III- Claudia, de 1 ano e 6 meses de idade, apresentando irritabilidade, recusa alimentar, febre baixa, episódios de vômitos e diarreia, chorosa ao exame clínico e otoscopia com abaulamento e hiperemia da membrana timpânica. / IV- Henrique, de 8 anos recusando ir à escola e referindo "orelha entupida" e dificuldade de ouvir, sem outras queixas ou sintomas aparentes e otoscopia com membrana timpânica retraída, cor amarelada e mobilidade diminuída. Identifique a alternativa onde os diagnósticos dos casos são mais prováveis:
A senhora Mariana, 35 anos, refere parestesias no ombro e no braço esquerdo. Ela também notou uma estrutura de consistência endurecida, óssea, no lado esquerdo do pescoço, acima da clavícula. Qual dos seguintes diagnósticos está melhor associado aos sintomas apresentados por Mariana?
Analise os itens abaixo, sobre as causas de convulsão em crianças e bebês, e marque (V) para Verdadeiro ou (F) para Falso: I. A causa mais comum, nos bebês, é o aumento da temperatura que acompanha uma infecção viral. II. A Epilepsia Benigna na Infância é caracterizada por convulsões epilépticas parciais, principalmente ocorrendo durante o período de sono da criança, envolvendo contorções corporais, boca torta, rosto e voz alteradas com gemidos, podendo afetar alguns órgãos. III. A febre causada por pneumonia é a que produz mais convulsões. Está(ão) CORRETO(S):
Qual das cardiopatias congênitas abaixo descritas pode se apresentar com quadro de insuficiência cardíaca grave inclusive com choque cardiogênico na segunda ou na terceira semana de vida?
Compartilhar