Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Na avaliação nutricional do paciente cirúrgico, assinale qual dos seguintes parâmetros não tem importância. (CAMPOS, A.C.L. Nutrição em cirugia. Atheneu, 1 ed.)

A
impedanciometria
B
dosagem da albumina sérica
C
dosagem da transferrina sérica
D
medida da prega cutânea do tríceps
E
peso
Mulher de 30 anos, assintomática, realiza exames de screening para a empresa que trabalha, sendo encontrado um TSH elevado. Recomenda-se, nesse momento,
As seguintes manifestações são características de neuropatias periféricas, EXCETO:
Paciente de 78 anos deu entrada na emergência torporoso, depletado, cianótico e hipotérmico. Familiares relatam que estava internado em outro serviço para tratamento de “problemas da próstata”. Estava em uso irregular de captopril 50 mg 2x/d, metformina 850 mg 3x/d e doxazosina 1 mg/d. Ao exame: PA = 88/50 mmHg, FC = 124 bpm, FR = 38 mprm, T = 35,7°C, Glasgow = 10, SaO2 = 88% (O2 5 l/min.), sonda vesical com grumos, ausculta cardíaca e pulmonar normais, abdome pouco distendido, sem RHA, sem dor ou massas palpáveis e extremidades frias, cianóticas e com livedo reticular em membros inferiores. Qual a abordagem inicial mais apropriada nesse momento?
Em relação à prova de função pulmonar nas doenças intersticiais pulmonares, considere as seguintes afirmativas: 1. A maioria das apresentações produz defeito ventilatório restritivo. 2. Existe redução da capacidade pulmonar total. 3. A capacidade vital forçada (CVF) e o volume expiratório no 1º seg (VEF1) estão reduzidos. 4. A relação VEF1/CVF costuma estar normal ou aumentada. Assinale a alternativa correta.
Compartilhar