Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Na distócia de ombro deve-se fazer:

A
Extração com fórceps.
B
Extração com vácuo.
C
Manobra de McRoberts.
D
Extração usando a força.
E
Aguardar saída espontânea.
A respeito do tratamento da claudicação intermitente decorrente de obstrução arterial crônica do membro inferior, é CORRETO afirmar:
Uma jovem de 17 anos procura o pronto-socorro com queixa de hematúria macroscópica há 1 dia. Ela está com coriza, obstrução nasal com secreção espessa e tosse seca há 5 dias, tendo feito uso de acetaminofen 3 ou 4 vezes, para alívio dos sintomas. Nega disúria e polaciúria. Não apresenta edema e a pressão arterial é normal. A ureia é normal, a creatinina está no limite superior da normalidade; as plaquetas e o coagulograma são normais. A urina é francamente hematúrica, com proteinúria leve e leucócitos normais. A ultrassonografia de vias urinárias é normal. Espera-se encontrar nesta paciente:
São três possíveis complicações (precoces ou tardias) das traqueostomias, EXCETO:
Paciente de 30 anos foi submetida há 4 dias à operação cesariana por parada de progressão e desproporção cefalopélvica em gestação a termo. Na história clínica a amniotomia ocorreu 2 horas antes do nascimento. Há 48 horas vem apresentando queda do estado geral, cansaço e febre de 39º C. Ao exame físico, além da febre, identifica-se útero amolecido com seu fundo 2 cm abaixo da cicatriz umbilical, doloroso à palpação e com lóquios amarelados, espessos e fétidos. As mamas e a ferida operatória estão com aspecto normal. Neste quadro a infecção puerperal é compatível com:
Compartilhar