Questões na prática

Ortopedia

Na fratura supracondiliana do úmero da criança, qual a estrutura nervosa mais comumente lesada?

A
Nervo ulnar
B
Nervo mediano
C
Nervo radial
D
N. musculocutâneo
E
N. interósseo anterior
A vigilância epidemiológica de uma UBS tomou conhecimento de um caso de rubéola em paciente com 25 anos, sexo feminino, que apresentava a seguinte história: aparecimento de algumas lesões eritematopapulosas no antebraço e abdome que se tornaram descamativas até desaparecerem. Não apresentou outros sintomas ou sinais e não teve febre durante toda a evolução do quadro. Consultou um médico 15 dias após o início do quadro que solicitou sorologia para rubéola "por se tratar de paciente do sexo feminino". O exame laboratorial foi efetuado pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL) que processou sorologia para rubéola e sarampo para os seguintes resultados: - ELISA para rubéola: IgM não reagente; - ELISA para sarampo: IgM e IgG reagentes. Com base nos dados da história e da sorologia, assinale a alternativa correta:
Dados complementares adicionados à história -Quadro clínico: A paciente não havia recebido imunoglobulina ou medicamento na fase prodrômica que pudesse modificar o quadro e nem apresentava imunodeficiência.Após a remissão do quadro, algumas lesões haviam reaparecido. - Vacinação (comprovada pela caderneta de vacinação) 3 doses de vacina anti-sarampo aos 7 meses, 16 meses e 5 anos. 1 dose de tríplice viral aos 10 anos 1 dose de dupla viral (sarampo e rubéola) aos 19 anos -Sorologia coletada 2ª amostra 3 semanas após a 1ª e sorologia processada no IAL Resultado:Elisa para sarampo:IgM e IgG reagentes.Com base nesses novos dados, a conduta é:
Homem de 62 anos, grande fumante, normotenso e com índice de massa corporal de 32 apresenta os seguintes resutados de exames: Ureia: 80mg%; Creatinina: 3,2mg%; Hematócrito: 28%; Colesterol total: 320mg%; HDL:28; LDL:170; EAS sem proteína, glicose, hemácias ou leucócitos. Sua principal hipótese para a disfunção renal detectada seria:
Os abscessos retroperitoneais podem ser classificados como primários, quando estão relacionados a uma disseminação hematogênica, ou secundários, quando relacionados a um quadro infeccioso num órgão adjacente. Qual dos itens abaixo representa a maior frequência relativa dos abscessos retroperitoneais quanto a sua etiologia?
Compartilhar