Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Na mulher não grávida com diabetes tipo II são objetivos terapêuticos desejados, EXCETO:

A
HDL-colesterol entre 40 e 50 mg/dl ( N. acima de 40mg/dl )
B
Hemoglobina glicosilada < 7 % ( N. < 6% )
C
LDH-colesterol < 100 mg/dl ( N. < 130 mg/dl )
D
Pressão arterial < 130 x 85 mmHg
E
Glicose de jejum entre 80 e 120 mg/dl ( N. < 110 mg/dl )
São doenças crônicas frequentemente encontradas como sequelas típicas da prematuridade extrema:
Recém-nascido a termo , de mãe primípara, sem intercorrências no pré-natal e no parto, com 6 horas de vida, está tendo dificuldade com a amamentação. Criança não urinou nem evacuou. Ao exame, o único sinal observado foi icterícia em face e parte superior do tronco. O diagnóstico provável e a conduta são:
Criança, 5 anos de idade, há 1 semana apresenta palidez cutaneomucosa, hiporexia, fraqueza, equimoses e petéquias. Ao exame REG, palidez cutaneomucosa (++/++++) e adenopatia generalizada. Pele: presença de equimoses e petéquias em tronco e membros, FR = 24 ipm. FC = 120 bpm. Presença de sopro sistólico (+/+6). Fígado palpável a 3 cm do RCD e baço palpável a 4 cm do RCE. Hemograma: Hb = 7,5 g/dl, GB = 1000/dl, Plaquetas = 18.000/dl. Mielograma: relação L:E 8:1, com medula óssea tomada por blastos. Imunofenotipagem mostrou: positividade para CD19, e CD20 e CD10, sendo negativa para CD33, slg, cCD3 e CD7. RT-PCR mostrou presença de t(12;21). Com base no exposto, acima o diagnóstico é:
Menina, 5 anos de idade, com edema em joelho direito há 3 meses. Exame físico: aumento de volume, discreta dor à movimentação do joelho direito e atrofia da musculatura adjacente da coxa direita. O restante do exame é normal. Diante disso, é correto afirmar que:
Compartilhar