Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Na primeira consulta de pré-natal, paciente de 32 anos, 2G 1P normal há 2 anos, informa ter tipo sanguíneo O Rh negativo. Não sabe qual o tipo sanguíneo do seu filho nem do pai do bebê que está esperando. O obstetra solicita teste de coombs indireto, que é positivo (menor que 1/16). Está com 8 semanas de gestação. O que deve ser feito?

A
Prescrever gamaglobulina hiperimune anti-D imediatamente, na 28ª semana e imediatamente após o parto.
B
Solicitar tipagem sanguínea do pai. Se for Rh positivo, está indicada gamaglobulina hiperimune anti-D na 24ª semana.
C
Prescrever gamaglobulina hiperimune anti-D após o parto apenas se o recém-nascido for RH positivo.
D
Realizar transfusão fetal intrauterina após 25 semanas pelo risco de síndrome de anemia fetal por aloimunização Rh.
E
Acompanhamento mensal com dosagem de anticorpos irregulares antieritrocitários e dopplervelocimetria de artéria cerebral média.
Desde a década passada, a Atenção Integral às Doenças Prevalentes da Infância (AIDPI) revelou-se uma estratégia adequada à disposição dos médicos, com um conjunto básico de intervenções baseadas em evidências científicas que permitem prevenir e tratar eficazmente as principais doenças e problemas que afetam a saúde nos primeiros anos de vida. Acerca dessas evidências, julgue o item. O quadro de uma criança de 6 meses de idade está com diarreia sem sangue nas fezes há 5 dias, letárgica, sem beber bem líquidos oferecidos (sais de reidratação oral) e cuja pele, quando pinçada, volta muito lentamente ao estado anterior, deve ser classificado como caso de desidratação grave.
Na infância, a localização mais comum das dermatofitoses é:
Sobre a prevenção de casos secundários de meningite meningocócica, assinale a alternativa CORRETA.
Cardiomiopatia dilatada é:
Compartilhar