Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Na primeira consulta de pré-natal, paciente de 32 anos, 2G 1P normal há 2 anos, informa ter tipo sanguíneo O Rh negativo. Não sabe qual o tipo sanguíneo do seu filho nem do pai do bebê que está esperando. O obstetra solicita teste de coombs indireto, que é positivo (menor que 1/16). Está com 8 semanas de gestação. O que deve ser feito?

A
Prescrever gamaglobulina hiperimune anti-D imediatamente, na 28ª semana e imediatamente após o parto.
B
Solicitar tipagem sanguínea do pai. Se for Rh positivo, está indicada gamaglobulina hiperimune anti-D na 24ª semana.
C
Prescrever gamaglobulina hiperimune anti-D após o parto apenas se o recém-nascido for RH positivo.
D
Realizar transfusão fetal intrauterina após 25 semanas pelo risco de síndrome de anemia fetal por aloimunização Rh.
E
Acompanhamento mensal com dosagem de anticorpos irregulares antieritrocitários e dopplervelocimetria de artéria cerebral média.
Paciente, 40 anos de idade, com quadro de trombose venosa profunda do membro inferior direito, sob tratamento adequado com heparina. Apresenta quadro de embolia pulmonar, hemodinamicamente estável. Ao mapeamento Doppler constata-se trombo não aderido na veia ilíaca direita. Qual a melhor conduta?
Paciente, 60 anos de idade, com antecedente de infarto agudo do miocárdio há 1 ano, refere dor e esfriamento (sic) do membro inferior esquerdo há 4 horas. Nega antecedentes de claudicação prévia. Exame físico: ausência de pulso da artéria femoral esquerda para baixo e membro contralateral com pulsos normais. Qual a hipótese mais provável e a conduta?
Com relação aos tumores Pediátricos, é correto afirmar:
Sobre a Mediastinite Necrotizante Descendente Aguda, aponte a opção que esteja INCORRETA.
Compartilhar