Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante de 24 anos, com 32 semanas de gestação é trazida a emergência pelo CBERJ com relato de desmaio e crise nervosa em via pública. Ao exame apresenta-se torporosa, pupilas isocóricas e fotorreagentes. Sem sinais de irritação meníngea. PA: 180x120 mmHg, fundo uterino de 32 cm, metrossístoles ausentes, tônus uterino normal, movimento fetal presente, BCF 137 sem desacelerações. Toque colo fechado. Feito cardiotocografia com laudo de feto ativo. A melhor conduta neste caso é:

A
sulfato de magnésio, monitorização fetal e compensação clínica da gestante.
B
hidralazina venosa e realizar cesariana.
C
sulfato de magnésio e realizar cesariana.
D
diazepan venoso e monitorizar feto.
E
sulfato de magnésio, hidralazina e cesariana.
O Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, com vistas à prevenção do uso, ao tratamento e à reinserção social de usuários e ao enfrentamento do tráfico de crack e outras drogas ilícitas tem como objetivos:
A respeito da neoplasia de pâncreas, é correto afirmar:
Com relação ao esfíncter anal interno, assinale a alternativa incorreta.
Considerando-se sua ocorrência e localização, é INCORRETO afirmar que o divertículo de Meckel:
Compartilhar