Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Narinha, 3 anos, encontrava-se apresentando prurido anal e presença de Enterobius vermicularis ao exame. Já havia feito uso de mebendazol. Seu médico poderia medicá-la com:

A
Enxofre a 5%
B
Pamoato de Pirvínio
C
Sulfametoxazol + trimetoprim
D
Deltametrina
Menino de 13 meses, 11 kg, portador de cardiopatia cianótica, é trazido à sala de urgência com história de ter apresentado quadro de irritabilidade, piora de cianose pré-existente e síncope. Ao exame físico, apresenta-se torporoso, saturação de 60% em ar ambiente, sopro sistólico em 2/6 em foco pulmonar. O diagnóstico mais provável é:
Masculino, 12 anos, há 48 horas com dor de garganta e febre de 39,3°C . Ao exame nota-se hiperemia intensa do orofaringe. O teste rápido para estreptococo foi negativo e a cultura do material obtido por swab orofaríngeo revelou crescimento de Streptococcus alfa-hemolítico. Relata ter apresentado angioedema quando usou fenoximetilpenicilina potássica há 2 anos. O paciente deve ser tratado com:
Mulher de 85 anos, hipertensa, com fibrilação atrial (FA) permanente, recentemente internada por insuficiência cardíaca. Com relação à FA, a conduta DEVE SER:
Qual é o sinal / sintoma mais precoce do câncer glótico?
Compartilhar