Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Nas últimas três décadas a terapia nutricional na prática médica originou novos conceitos e mudaram substancialmente o prognóstico de diversas afecções gastroenterológicas. Entre as alternativas abaixo, assinale a incorreta em relação à avaliação nutricional de pacientes:

A
A relação entre o peso e a altura reflete o estado nutricional do paciente como um todo.
B
Para a avaliação das reservas de gordura é utilizada as medidas de pregas cutâneas.
C
Para a avaliação das reservas de proteínas somáticas é utilizada a medida da circunferência braquial.
D
Um sinal de desnutrição pode ser a perda máxima de 5% quando comparados o peso atual e o peso habitual do paciente.
E
Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
Paciente de 32 anos procura assistência médica devido a anemia secundária à hipermenorreia. Qual dos achados laboratoriais abaixo NÃO é compatível com esse quadro?
Paciente de 34 anos, sexo feminino, procura assistência médica devido à tontura. Refere episódios de vertigem, com duração de segundos, relacionados exclusivamente com o movimento da cabeça. Nega perda auditiva ou a presença de tinnitus. Qual o diagnóstico mais provável dessa paciente?
Paciente do sexo masculino, com 54 anos, chega ao pronto atendimento referindo desconforto torácico descrito como uma sensação de peso e localiza a sensação colocando a mão sobre o esterno, com irradiação para o ombro esquerdo. O desconforto foi desencadeado após esforço físico habitual. Nega sintomatologia semelhante anteriormente. A dor aliviou 20 minutos após chegar ao hospital. Tem diagnóstico há três anos de dislipidemia. Em uso de sinvastatina 20 mg ao dia. Nesse caso, qual é a hipótese diagnóstica?
Paciente do sexo masculino, com 58 anos de idade, iniciou há quatro dias com dispneia e palpitação durante atividades físicas habituais. É diabético em uso de metformina após o jantar. Realizou RX de tórax, cujo resultado mostrou aumento da área cardíaca. Foi aventada hipótese diagnóstica de insuficiência cardíaca. Qual a classe funcional desse paciente pela classificação da New York Heart Association (NYHA)?
Compartilhar