Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Neonato, pequeno para idade gestacional, em regime de alojamento conjunto, apresenta letargia, apatia, tremores de extremidades e apneia. Foi instituída hidratação venosa com infusão de glicose e ventilação com pressão positiva, com rápida melhora do quadro. Diagnosticado hipoglicemia neonatal. Qual o mecanismo fisiopatológico provável para hipoglicemia desse neonato?

A
Redução das reservas hepáticas de glicogênio.
B
Defeito no metabolismo dos carboidratos.
C
Aumento da produção de insulina.
D
Aumento do consumo de glicose.
E
Resposta exacerbada à transição neonatal.
Correlacione as alternativas abaixo relativamente à hipertensão arterial secundária. I-Hipertensão renovascular. II-Hiperaldosteronismo. III-Feocromocitoma. IV-Coarctação da aorta. V-Apneia do sono. A-avaliação dos pulsos arteriais periféricos. B-presença de sopro abdominal. C-sonolência diurna e obesidade. D-presença de hipocalemia. E- dosagem de catecolaminas.
Secundigesta, 29 anos, 30 semanas de gestação bem datada através de ultrassonografia de primeiro trimestre, chega ao pronto-socorro queixando-se de perda líquida via vaginal. Ao exame especular, foi confirmada a presença de líquido amniótico exteriorizando-se pelo orifício cervical. Exames complementares: hemoglobina =11 g/dl; hematócrito = 30%; leucócitos totais = 12.000; cardiotocografia = padrão tranquilizador; perfil biofísico fetal de 8. Com base no caso acima, assinale a alternativa que indica a conduta correta:
As principais causas atuais de doença renal crônica no Brasil são:
Uma primípara com fator sanguíneo “O” positivo dá a luz a um bebê tipo “A” positivo, a termo. Seu hematócrito é de 55%. Com 36h de vida, o bebê apresenta-se ictérico e com níveis séricos de bilirrubina de 12 mg/dl. Marque a alternativa que apresenta um achado que confirmaria a hipótese de doença hemolítica por incompatibilidade ABO.
Compartilhar