Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Reumatologia

Nilmar, 55 anos, tem dor lombar de média intensidade. Progrediu com limitação dos movimentos de membros inferiores, há 6 meses. Foi tratado inicialmente com fisioterapia, acupuntura e anti-inflamatórios com melhora discreta. Queda de bicicleta há 1 mês e a radiografia mostra fratura, com lesão lítica em úmero esquerdo. Na radiografia da coluna lombar observa-se fratura com achatamento de L2 e L3. Exame físico: palidez cutaneomucosa 2+/4, anictérico, ausência de petéquias e equimoses; RCR 2T; ap. respiratório sem alterações. Sem edemas em membros inferiores. Exames complementares: Hemácias 2.950.000/mm3, hemoglobina 8.1 g/dl, hemátocrito 26% VGM 88 fL, Leucócitos 6400/mm3 com contagem diferencial normal e plaquetas 180.000/mm3. VHS 90 mm na primeira hora. Ureia 125 mg/dl, creatinina 4,8 mg/dL, albumina 2.8 g/dL, globulina 6,0 g/Dl. Proteinúria 2 g em 24 horas. O diagnóstico mais provável é:

A
mieloma múltiplo
B
adenocarcinoma de próstata
C
granulomatose de Wegener
D
amiloidose renal
E
doença de Paget
Localização mais frequente do tumor estromal gastrointestinal (GIST) é uma das seguintes afirmativas:
Criança de 3 anos de idade, apresenta queda do estado geral, dor e importante limitação funcional em quadril direito associado à contratura em flexão, há três dias. Mãe refere infecção de orofaringe há cerca de duas semanas na criança. Exames complementares demonstram leucocitose com desvio para a esquerda, velocidade de hemossedimentação de 40mm e ultrassonografia de quadril direito demonstrando espessamento da cápsula articular e afastamento da cabeça do fêmur (subluxação). O melhor tratamento para este caso é:
Associe os marcos do desenvolvimento da criança (coluna da esquerda) às idades de aparecimento (coluna da direita). 1 - Faz pinça completa (polpa-polpa); 2 - Transfere objetos de uma mão para a outra; 3 - Formula frases simples; 4 - Rabisca; 5 - Segue com o olhar até 180°; ( ) 18 meses; ( ) 12 meses; ( ) 9 meses. A sequência numérica correta, de cima para baixo, da coluna da direita, é:
Paciente de 60 anos, feminina, hipertensa e diabética, vem a consulta de rotina ambulatorial apresentando massa abdominal pulsátil. Faz uso de anlodipino e hidroclorotiazida. Foi solicitado Ultrasom abdominal revelando aneurisma de aorta infra renal de 4,7 cm e encaminhada ao ambulatório de cirurgia geral. Qual a melhor conduta neste caso?
Compartilhar