Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Nilmar, 55 anos, tem dor lombar de média intensidade. Progrediu com limitação dos movimentos de membros inferiores, há 6 meses. Foi tratado inicialmente com fisioterapia, acupuntura e anti-inflamatórios com melhora discreta. Queda de bicicleta há 1 mês e a radiografia mostra fratura, com lesão lítica em úmero esquerdo. Na radiografia da coluna lombar observa-se fratura com achatamento de L2 e L3. Exame físico: palidez cutaneomucosa 2+/4, anictérico, ausência de petéquias e equimoses; RCR 2T; ap. respiratório sem alterações. Sem edemas em membros inferiores. Exames complementares: Hemácias 2.950.000/mm3, hemoglobina 8.1 g/dl, hemátocrito 26% VGM 88 fL, Leucócitos 6400/mm3 com contagem diferencial normal e plaquetas 180.000/mm3. VHS 90 mm na primeira hora. Ureia 125 mg/dL, creatinina 4,8 mg/dL, albumina 2.8 g/dL, globulina 6,0 g/Dl. Proteinúria 2 g em 24 horas. Os exames adequados para esclarecimento do diagnóstico são:

A
cintilografia óssea e biópsia renal
B
tomografia computadorizada da coluna lombar, dosagem de eritropoietina sérica
C
aspirado de medula óssea, radiografia do esqueleto e eletroforese de proteínas séricas e urinárias.
D
ultrassonografia renal e radiografias da região lombar e do tórax.
E
dosagem de PSA e biópsia de próstata.
Mulher de 43 anos apresenta abaulamento em região inguinal logo abaixo do ligamento inguinal. Refere que este abaulamento fica doloroso quando realiza esforços físicos e que consegue com dificuldade reduzir o volume através de compressão. Classifique este tipo de hérnia:
Maria Santos, 25 anos, diabética tipo 1, desenvolveu insuficiência renal nos últimos 02 anos. Ainda não faz diálise. Seu hemograma apresenta hb; 9 g/dl ht; 28%. As hemácias são normocrômicas e normocíticas. Qual a causa correta?
D. Raimunda das Dores, faxineira profissional, depois de atarefado dia de faxina, apresentou dor intensa na extremidade distal do Úmero. Qual das estruturas relacionadas abaixo foi a possível causadora do quadro clínico apresentado pela paciente?
Igor Daniel, 8 anos de idade, não vai à escola só, precisa ser acompanhado. Comumente refere dores abdominais estomacais e severa dor de cabeça. Sua mãe com frequência precisa retirá-­lo do colégio devido a estas queixas. À noite deseja dormir na cama com seus pais. Quando é levado para o seu dormitório, informa que não pode ficar sozinho, pois há monstros em seu guarda roupa. Qual das situações clínicas melhor explica o quadro clínico acima?
Compartilhar