Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

No 14º dia de nutrição parenteral, a fístula enterocutânea cicatrizou e o paciente consegue ingerir 80% de suas necessidades calóricas diárias. Passou a apresentar febre (até 38 °C) e foi isolada Candida parapsilosis em hemocultura. O local de punção do cateter central não apresenta sinais flogísticos. Conduta mais apropriada:

A
retirar o cateter central e administrar fluconazol por acesso venoso periférico
B
trocar o cateter central com fio-guia e administrar anfotericina B lipossomal
C
trocar o sítio de punção do cateter central e iniciar itraconazol parenteral
D
manter o cateter central e iniciar voriconazol parenteral
E
retirar o cateter central e aguardar o resultado do fungograma
Um menino de 3 anos de idade está internado na enfermaria de pediatria com diagnóstico de Leucemia Linfoblástica Aguda (LLA). Com relação a esta doença pode-se afirmar:
Um lactente de 11 meses de vida é trazido à UBS do seu bairro para reavaliação de tratamento de pneumonia iniciado há 48 horas. A mãe refere que a criança não está se alimentando bem e continua apresentando febre (máxima de 38,8°C), que cede com antitérmico. No entender da cuidadora, a criança não apresenta melhora. Exame físico: a criança mostra-se atenta ao ambiente, ausência de sinal de perigo, de sibilância e de tiragem; 9 kg, temp. axilar = 37,2°C e com 58 movimentos respiratórios por minuto. A conduta correta consiste em:
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. Durante a esplenectomia, a secção do ligamento esplenorenal é o tempo cirúrgico mais simples, pois esse ligamento não está em contato com vasos ou outros órgãos, além do baço e rim.
Qual das lesões polipoides colônicas abaixo possui maior risco para uma transformação maligna?
Compartilhar