Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

No afundamento torácico (tórax flácido) o fator mais importante para o aparecimento da síndrome do desconforto respiratório é:

A
Contusão pulmonar adjacente
B
Hemotórax e pneumotórax concomitante
C
Balanço do mediastino
D
Movimento paradoxal na respiração
E
Fraturas múltiplas de costela
Uma pré-escolar de 3 anos, portadora de síndrome nefrótica, chega ao pronto-socorro com história de febre e dor abdominal há um dia. Ao exame físico a criança apresenta-se toxemiada, febril (40 °C), com FC = 120 bpm, FR = 32 rpm e PA = 75 × 55 mmHg. À palpação abdominal a menor apresenta dor difusa e ascite. Suspeita-se de peritonite. Neste caso, o agente mais provável causador desta condição é:
Criança de 10 anos chega a emergência, caminhando e com queixas de “coração acelerado”, de início súbito e há menos de uma hora. Está em bom estado geral, corado, orientado e com pulsos palpáveis. A frequência cardíaca no exame físico está acima de 200 bpm. O monitor da emergência mostra uma taquicardia com QRS estreito, RR regular, frequência fixa de 250 bpm, não se visualiza onda P. Saturação 98% em ar ambiente e pressão arterial não invasiva de 100 x 60 mmHg. Os seus passos inicias serão:
Microorganismos que frequentemente causam peritonite primária em hepatopatas crônicos:
Em relação à infecção urinária da criança, é CORRETO afirmar que:
Compartilhar