Questões na prática

Pediatria

Otorrinolaringologia

No ambulatório de ORL, um paciente apresenta febre elevada de 39°C, dor de garganta e odinofagia. A oroscopia mostra intensa hiperemia e congestão da mucosa faríngea, de coloração vermelho vinhosa, e a presença de pseudomembranas que comprometem por contiguidade os pilares anteriores. O diagnóstico mais provável é de Angina:

A
difteroide.
B
gangrenosa.
C
eritematosa.
D
eritematopultácea.
Em um paciente ictérico, indique um exame de triagem que tem alta sensibilidade e resultado rápido para a diferenciação entre cálculo biliar, tumor de cabeça de pâncreas e hepatite.
A hérnia inguinal cujo conteúdo é um divertículo de Meckel é chamada de:
Uma menina de 5 anos de idade é trazida ao seu pediatra com uma febre que dura cinco dias. Sua mãe relata que as imunizações de sua filha estão em dia e que ela não tem problemas crônicos de saúde. Sinais vitais mostram temperatura de 38,9°C, pulso 111 ppm, frequência respiratória de 16 ipm e pressão arterial 122/65 mmHg. Ao exame, ela apresenta língua vermelha e edemaciada, linfonodos cervicais palpáveis, uma erupção cutânea difusa inespecífica maculopapular, e injeção escleral bilateral. A melhor conduta neste caso é iniciar:
Um bebê de 5 meses do sexo masculino é trazido ao pediatra porque a mãe sente uma vibração estranha sobre o peito do filho que parece se relacionar com o seu batimento cardíaco. A criança tem síndrome de Down. No exame, um frêmito paraesternal é sentido. Atividade precordial é acentuada e se estende sobre as áreas paraesternal e apical direitas. Uma terceira bulha proeminente é audível no ápice. A característica que melhor descreve o sopro ouvido no exame é:
Compartilhar