Questões na prática

Pediatria

Otorrinolaringologia

No ambulatório de ORL, um paciente apresenta febre elevada de 39°C, dor de garganta e odinofagia. A oroscopia mostra intensa hiperemia e congestão da mucosa faríngea, de coloração vermelho vinhosa, e a presença de pseudomembranas que comprometem por contiguidade os pilares anteriores. O diagnóstico mais provável é de Angina:

A
difteroide.
B
gangrenosa.
C
eritematosa.
D
eritematopultácea.
Qual exame é considerado padrão-ouro para diagnóstico da rinossinusite crônica?
Não é efeito colateral da litotripsia extracorpórea (LECO):
Izaura, 85 anos, teve queda da própria altura há uma hora. Ao ser atendida pelo SAMU, queixou-se de intensa dor no quadril esquerdo, com grande limitação funcional do membro inferior esquerdo. Como comorbidades, relatou Diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica. Ao exame ortopédico, demonstrou discreta rotação externa do membro inferior esquerdo e muita dor do quadril à movimentação passiva. RX da bacia demonstrou acentuada osteoporose e fratura do colo do fêmur esquerdo, com acentuado desvio. O tratamento indicado, neste caso, é:
<p>Em seu consultório, um endocrinologista recebe um adolescente para avaliação devido ao apetite insaciável e importante obesidade. Na avaliação clínica, observou-se atraso puberal, retardo mental e transtorno comportamental. Que síndrome genética muito provavelmente é a causa deste fenótipo?</p>
Compartilhar