Questões na prática

Pediatria

Otorrinolaringologia

No ambulatório de ORL, um paciente apresenta febre elevada de 39°C, dor de garganta e odinofagia. A oroscopia mostra intensa hiperemia e congestão da mucosa faríngea, de coloração vermelho vinhosa, e a presença de pseudomembranas que comprometem por contiguidade os pilares anteriores. O diagnóstico mais provável é de Angina:

A
difteroide.
B
gangrenosa.
C
eritematosa.
D
eritematopultácea.
Criança de 02 anos de idade, sexo masculino, é levada a pronto atendimento com de febre e irritabilidade há 36 horas. Ao exame físico evidencia-se edema, calor e rubor no joelho direito, resistindo à mobilização passiva. Qual o diagnóstico mais provável e o exame mais importante para confirmar esse diagnóstico?
Assinale a alternativa que contém as neoplasias infantis mais prevalentes de acordo com os dados epidemiológicos.
Mulher de 42 anos, assintomática, apresentou, à mamografia de rotina, nódulo de 1,2 cm no quadrante supero-externo da mama esquerda. À ultrassonagrafia, constataram-se bordas espiculadas e limites imprecisos, com sombra acústica e limites microbulados. Não havia comorbidades. Ao exame físico, as mamas eram volumosas, com discreto adensamento na topografia referida, e axila ipsilateral mostrava-se clinicamante negativa. Qual a próxima conduta a ser adotada?
Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do trecho abaixo. No paciente traumatizado grave, a hipótese diagnóstica de fratura da base do crânio deve ser considerada na presença de equimose periorbitária (olhos de guaxinim), _________________ e mobilidade do maxilar superior. A ocorrência de tais sinais constitui contraindicação para a realização de ________________, porque pode causar ____________________.
Compartilhar