Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Infectologia

Nefrologia

A endocardite infecciosa é uma afecção predominantemente da terapêutica clínica. Em situações especiais, a cirurgia é realizada mesmo na vigência da infecção. Na fase aguda, o tratamento cirúrgico é indicado quando ocorre a presença de:

A
toxemia, insuficiência renal aguda com indicação de hemodiálise e abscessos esplênicos.
B
insuficiência respiratória com indicação de ventilação mecânica, micro-organismo desconhecido e abscessos cerebrais.
C
insuficiência cardíaca de difícil controle, embolias de repetição e abscesso anular.
D
quadro séptico, detecção de lesão valvar e de vegetação ao ecocardiograma.
Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue os itens subsequentes. É necessária a avaliação radiológica de toda a coluna vertebral dos pacientes com fratura da coluna cervical, pois cerca de 10% deles apresentam uma segunda fratura.
Um paciente de 25 anos de idade foi submetido à laparotomia mediana e está no primeiro dia pós-operatório. O paciente está hidratado, com boa diurese, mas continua em jejum. Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue o item a seguir. Caso a operação realizada nesse paciente tenha sido potencialmente contaminada, é recomendável que a antibioticoprofilaxia seja prolongada por mais 24 horas.
Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue os itens subsequentes. A gravidez promove uma hipovolemia fisiológica e, portanto, pequenas perdas sanguíneas repercutem mais precocemente na perfusão fetal.
A causa mais comum de exoftalmia unilateral de O a 18 anos é:
Compartilhar