Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

No centro cirúrgico, o paciente submetido à cirurgia hérnia inguinal com tela Marlex, foi monitorizada e submetida à raquianestesia e feita cefazolina no pré e no intraoperatório. Durante o procedimento cirúrgico, a pressão arterial variou entre 72x44 mm Hg e 136 x 71 mm Hg, a frequência cardíaca entre 68 e 123 bpm e a oximetria de pulso entre 93 e 97%. A cirurgia durou 255 minutos. A indicação de antibioticoterapia sistêmica realizada nesta paciente foi:

A
apropriada, para prevenir infecções por germes Gram negativos.
B
correta, como profilaxia de cirurgia com uso de prótese.
C
indevida, por se tratar de cirurgia limpa.
D
incorreta, pelo risco de infecção estafilocócica.
E
correta, pois em toda cirurgia para hérnia inguinal deve-se usar antibióticos.
O agente etiológico mais frequentemente apontado como responsável pela epiglotite e bronquiolite são respectivamente:
Dentre as afirmativas abaixo, assinale a situação que contra indica o lavado peritoneal diagnóstico.
Paciente masculino, 67 anos, sem doença prévia, procura o seu consultório para <i>check-up</i>. Nega uso de medicações. Relata história prévia de tabagismo, nega etilismo. Exame físico normal. Em relação ao rastreamento e profilaxias neste paciente, é CORRETO afirmar que:
Paciente masculino é levado ao pronto-socorro por familiares, por quadro confusional com 48 horas de evolução. Os familiares relatam que o paciente apresenta dificuldade de marcha desde o início do quadro. Previamente assintomático, etilista de 1 litro de destilado/dia há 15 anos. Há 2 dias sem ingestão alcoólica. Ao exame, apresenta-se confuso, emagrecido, afebril, anictérico, ausência de rigidez de nuca, com nistagmo pronunciado, marcha atáxica, sem outras alterações neurológicas. A conduta terapêutica MAIS CORRETA é:
Compartilhar