Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

No paciente politraumatizado, que ao ser atendido no serviço de emergência apresenta trauma torácico com escoriações e equimoses extensas no HTE, evidência de fraturas de arcos costais ao exame e ausência de MV neste lado, cianose, sudorese, palidez e dispneia intensa, qual a conduta apropriada?

A
Iniciar reposição volêmica, oxigenoterapia e comprimir agressivamente o HTE, para evitar a instabilidade torácica.
B
Iniciar reposição volêmica, oxigenoterapia e providenciar a drenagem torácica imediatamente.
C
Iniciar reposição volêmica, realizar radiografia de tórax e fazer analgesia com opioide.
D
Realizar entubação orotraqueal e tomografia de tórax.
E
Realizar entubação orotraqueal e radiografia de tórax.
Com relação aos quadros de Insuficiência Venosa Crônica de Membros, assinale a alternativa correta:
Uma adolescente de 12 anos apresenta um nódulo na pálpebra inferior pela segunda vez no mês. Respondeu adequadamente ao tratamento com antibiótico oral no episódio anterior, e agora o nódulo não tem eritema ou enduração. Não há febre, alteração visual ou alteração conjuntival. A conduta mais adequada é:
Mariana chega à consulta com queixa ocular de embaçamento visual progressivo e dor leve no olho direito, apresentando ao exame hiperemia da conjuntiva mais intensa em volta da córnea (perilimbar), ausência de secreção e pupila miótica. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que melhor define o diagnóstico:
Escolar de 9 anos, sexo feminino, é atendida no serviço de atendimento de emergência com queixa de edema e hiperemia palpebral, dor local, hiperemia conjuntival e limitação da motilidade do olho direito há 4 dias. A mãe refere que, há cerca de duas semanas, apresentou infecção de vias aéreas superiores. Assinale a alternativa que apresenta o provável diagnóstico para esse caso.
Compartilhar