Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

No puerpério, os sinais do exame físico que sugerem presença de infecção intrauterina são:

A
temperatura oral de 38,5 °C, abaulamento da parede abdominal e descompressão brusca abdominal dolorosa.
B
útero amolecido, aumentado de tamanho e doloroso à palpação.
C
edema do meato uretral, abaulamento do períneo e presença de secreção purulenta na cicatriz da episiotomia.
D
útero amolecido, temperatura retal de 37,8 °C e distensão abdominal indolor.
E
temperatura oral de 37,8 °C, loquiação com odor semelhante a queijo e abaulamento da parede vaginal.
Paciente com 30 anos, empregado como vigilante em supermercado há 3 meses, apresentou quadro de dor lombar há 15 dias, sem sintomas abaixo do joelho, com exame neurológico normal e sem restrição do quadril na rotação interna. Foi diagnosticado na unidade de saúde como primeiro episódio de lombalgia inespecífica aguda, não havendo afastamento do trabalho, apresentando melhora gradativa do quadro álgico. Qual o melhor manejo indicado?
Das alternativas abaixo, assinale qual o melhor tratamento para um paciente que apresenta hemorroidas grau II. (CORMAN, Marvin L. Colon and Rectal Surgery, p. 42 a 71)
Você está fazendo uma consulta pré-operatória numa mulher de 35 anos com feocromocitoma de 5cm na adrenal esquerda. Ela foi classificada como ASA III (P3). Todos os exames pré-operatórios solicitados para o risco cirúrgico estão normais. Sua pressão arterial está 130 x 90 mmHg com uso de fenoxibenzamina 200mg, duas vezes ao dia, já há 3 semanas. Ela também tem recebido implementos de hidratação. Sua frequência cardíaca está em 140 batimentos por minuto. O que fazer?
O retalho cutâneo axial caracteriza-se por:
Compartilhar