Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hematologia

Ortopedia

Vinicius, 45 anos, é empresário e viajará para Manaus a trabalho por 6 meses. Queixa-se de rouquidão pela manhã e azia há 4 anos. Sua mãe contava que ele apresentava episódios de diarreia na infância, acompanhados de distensão abdominal, cólica e assaduras (dermatite) persistentes. Na época foram retirados de sua alimentação o leite e seus derivados, sendo permitido o uso de iogurte. Evoluiu sem sintomas até a adolescência quando abandonou a dieta. Ao exame físico está eutrófico. Foram prescritos alguns medicamentos sintomáticos e inibidor de bomba de próton (IBP), proposta a investigação diagnóstica e a profilaxia de doenças do viajante. O uso prolongado de IBP aumenta a incidência de:

A
tumor carcinoide
B
anemia megaloblástica
C
fraturas de quadril
D
miocardiopatia
Em uma criança de 6 anos, um teste PPD (reação de Mantoux) com induração > 15 mm indica:
No tratamento da Celulite Periorbitária Grave, com risco de trombose de seio, a melhor escolha dentre as abaixo, é:
Paciente, 4 anos, sexo feminino, apresenta febre de lesões inicialmente vesiculares, disseminadas, em diferentes estágios evolutivos, algumas evoluindo com crostas. Em relação às complicações associadas à principal hipótese diagnóstica, é correto afirmar:
Na laringoscopia de pacientes com secção do nervo laríngeo recorrente bilateral espera-se encontrar:
Compartilhar